Mercado fechado

Principais companhias dos EUA assumem o primeiro lugar enquanto companhias aéreas de baixo custo sobem no ranking Global Airline da Cirium

  • American Airlines lidera as principais companhias dos EUA a assumir os quatro primeiros lugares no ranking World Airline Passenger para 2021

  • Ryanair mantém seu posto como maior companhia aérea da Europa à medida que as de baixo custo sobem no ranking

  • Nomes familiares da Europa e sudeste da Ásia despencam com restrições de viagem e mercados de longo curso permanecem fracos

LONDRES, September 01, 2022--(BUSINESS WIRE)--As principais companhias aéreas dos EUA ganharam com folga os quatro primeiros lugares, como revelou a empresa de análise de aviação Cirium em seu ranking World Airline Passenger para 2021.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220831005892/pt/

Principais companhias dos EUA assumem o primeiro lugar, enquanto companhias aéreas de baixo custo sobem no ranking global de companhias aéreas da Cirium. (Gráfico: Business Wire)

A American Airlines permanece no topo do ranking novamente em 2021, seguida pela Delta Air Lines, United Airlines e Southwest Airlines, mostrando a força da recuperação que continua a ocorrer no mercado interno dos EUA.

No geral, as companhias aéreas na América do Norte apresentaram crescimento de 75% em relação ao ponto baixo em 2020, embora ainda terminassem o ano passado em queda de 40% em relação aos níveis de tráfego de 2019, medidos em passageiros pagantes transportados por quilômetro (RPKs/RPMs).

O ranking, que se baseia em mais de 600 operadores rastreados no banco de dados da companhia aérea Cirium, mostra que o tráfego mundial terminou 2021 em queda de 57% em relação ao pico pré-pandemia. Em termos de número de passageiros, o total ficou em 2,3 bilhões no ano, representando cerca de metade dos volumes do pico em 2019.

As companhias aéreas de baixo custo continuaram a subir no ranking em todas as regiões. A Ryanair consolidou seu posto como a maior companhia aérea da Europa, ficando em quinto lugar logo abaixo da Southwest, e foi a única companhia aérea europeia a entrar no top 10.

As principais operadoras de rede da Europa não se saíram tão bem nos últimos dois anos, à medida que a demanda por viagens premium e de longo curso continuou em baixa. Embora a Air France tenha se mantido estável em 13º lugar, a Lufthansa caiu no ranking e a British Airways caiu do top 20. A Virgin Atlantic também caiu mais de 50 lugares, pois também sofreu com o lento retorno do tráfego premium e do de longo curso.

As três grandes companhias aéreas da China continental – China Southern, China Eastern e Air China – mantiveram seu lugar no topo do ranking, embora isso possa mudar após uma nova rodada de lockdowns contra COVID-19 em cidades chinesas esse ano.

Em toda a Ásia e Pacífico – em contraste com a recuperação em todas as outras regiões do mundo – as companhias aéreas tiveram queda no tráfego novamente no ano passado. Cathay Pacific derrapou espetacularmente, caindo do top 100 do ranking inteiramente após a perseguição de Hong Kong por uma estratégia agressiva zero-COVID. Não foi a única. Companhias aéreas em toda a região, na Indonésia, Malásia, Coreia do Sul e Tailândia, também continuaram a encolher.

No Japão, a All Nippon Airways e a Japan Airlines perderam quase 85% de seu tráfego em 2020 e ainda estavam em queda de cerca de 75% até o final de 2021. Como resultado, ambas caíram acentuadamente no ranking.

Jeremy Bowen, CEO da Cirium, disse: "Antes da pandemia, as companhias aéreas da Ásia-Pacífico detinham a maior parte do tráfego global de passageiros, com mais de um terço do total mundial. Até 2021, a região foi ultrapassada pela América do Norte, liderada pela forte recuperação dos voos domésticos dos EUA."

Duas companhias aéreas do Golfo, Emirates e Qatar Airways, mantiveram ambas suas posições entre as 10 principais, embora a diferença entre elas tenha diminuído. A Emirates derrapou quatro lugares e chega à frente de uma crescente Qatar Airways, que fez questão de manter o máximo de sua rede possível.

A Turkish Airlines, ajudada por um amplo mercado interno livre de restrições de viagens transfronteiriços, subiu quatro posições para o 10o lugar no último ranking em comparação com 2019.

O ranking Cirium destaca a luta que as principais transportadoras têm enfrentado, especialmente aquelas que dependem de uma forte mistura de viagens de negócios e voos de longo curso. Até 2021, sua participação no tráfego mundial de passageiros caiu cerca de cinco pontos percentuais para 64%. Esse declínio foi em grande parte captado pelas companhias aéreas de baixo custo, que aumentaram sua participação para 26%.

O ranking World Airline Passenger 2021 da Cirium é uma análise premium disponível no Cirium Dashboard Cirium Dashboard. O relatório apresenta:

  • As 200 melhores companhias aéreas por tráfego de passageiros

  • Os 50 principais grupos aéreos por tráfego de passageiros

  • As 50 melhores companhias aéreas por volume de passageiros

  • Tráfego de passageiros por região e por tipo de companhia aérea 2019-2021

  • Participação do tráfego de passageiros por região e tipo de companhia aérea

  • Participação do volume de passageiros por tipo de companhia aérea

Clique aqui para baixar o relatório completo.

Fim

Sobre a Cirium
A Cirium junta dados e análises poderosos para manter o mundo em movimento. Fornecendo insights, construídos a partir de décadas de experiência no setor, permitindo que empresas de viagens, fabricantes de aeronaves, aeroportos, companhias aéreas e instituições financeiras, entre outras, tomem decisões lógicas e informadas para construir o futuro das viagens, aumentando as receitas e melhorando as experiências dos clientes. A Cirium faz parte da RELX, fornecedora global de ferramentas de análise e de decisão baseadas em informações para clientes profissionais e empresariais. As ações da RELX PLC são negociadas nas Bolsas de Valores de Londres, Amsterdã e Nova York usando os seguintes símbolos ticker: Londres: REL; Amsterdã: REN; Nova York: RELX.

Para mais informações, siga as atualizações do Cirium no LinkedIn e Twitter ou visite www.cirium.com.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20220831005892/pt/

Contacts

Para consultas de mídia:
Equipe de mídia Cirium via media@cirium.com
Juliett Alpha (Mike Arnot) via cirium@juliettalpha.com
The PC Agency (Paul Charles/Michael Johnson/Callum McGoldrick) em cirium@pc.agency