Mercado fechado

Principais índices brasileiros na Bolsa de Nova York derretem

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP: Painéis de indicadores econômicos na sede da Bovespa, em São Paulo. (Foto: Alessandro Shinoda/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os principais ETFs (fundos de índice) brasileiros negociados na Bolsa de Nova York têm forte queda nesta quinta-feira (11). O MSCI recua 6,2% e o Brazil Titans 20, 6,9%. O movimento reflete uma realização de ganhos de investidores, após fortes altas no mercado acionário nas últimas semanas, enquanto há receio de que uma segunda onda de casos de coronavírus aconteça, enquanto países que retomam atividades. Nos Estados Unidos, o número de infecções voltou a aumentar, após semanas de queda.

Também pesa para o viés negativo o tom cauteloso do Fed, banco central americano, na véspera. A autoridade prevê uma queda de 6,5% do PIB (Produto Interno Bruto) americano este ano, com alto nível de desemprego até 2022. Segundo o Fed, ainda não é possível tirar conclusões de longo prazo sobre os recentes indicadores econômicos positivos, como a queda do desemprego no país.

O índice S&P 500 cai 2,6%, Dow Jones recua 3,7% e Nasdaq, 2,6%.

Já o barril de petróleo Brent (referência internacional) cai 6,7%,a US$ 38,93, com o aumento dos estoques nos EUA.

No Brasil, a Bolsa de Valores de São Paulo está fechada por conta do feriado de Corpus Christi, mas as ADRs (recibo de ações negociados nos EUA) acompanham a queda do mercado. As ADRs da Vale caem 5% e as da Petrobras, 6%.

As ADRs da Gol despencam 16,7% e as da Azul, 19,7%