Mercado abrirá em 6 h 38 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    +0,20 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.777,60
    -5,80 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    32.819,61
    -1.353,59 (-3,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    791,27
    -18,92 (-2,34%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.884,94
    +67,87 (+0,24%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.299,75
    +36,75 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9302
    +0,0017 (+0,03%)
     

Primeiro Pixel dobrável chega até o final do ano

·2 minuto de leitura
Primeiro Pixel dobrável chega até o final do ano
Primeiro Pixel dobrável chega até o final do ano

Cada vez mais tem se tornado real a chegada do primeiro Pixel dobrável, e a somatória de pistas sobre o futuro celular do Google alimentam as expectativas de que ainda em 2021 o aparelho já esteja no mercado (carregando o visual na linha deste que aparece na imagem de destaque, sob a renderização do MacRumors). Mais precisamente, segundo a linha dessas impressões, a probabilidade é de que o telefone seja lançado no último trimestre deste ano.

Primeiramente, foram percebidos indícios do surgimento de um Pixel dobrável já em 2020. O dispositivo apelidado de “Passport”, em agosto do ano passado, teria características dobráveis e estaria sendo preparado justamente para ser lançado em um dos três últimos meses deste ano.

Outra revelação sobre o Pixel Fold (nome mais esperado para o celular dobrável do Google) veio com a chegada da versão beta do Android 12. Em maio, após o evento Google I/O, uma lista de dispositivos da empresa que receberiam a atualização do sistema operacional trazia o nome “Passport”.

Pixel dobrável com tela Samsung

Na semana passada, mais um reforço foi dado para que as cortinas se abram em 2021 para o Pixel dobrável. A tecnologia UTG (Ultra Thin Glass) da coreana Samsung Display, base para vidros ultrafinos usados pela empresa nas telas de aparelhos flexíveis, deve ser fornecida para o Google (e para fabricantes chinesas, como Vivo Global e Xiaomi). Ao que tudo indica, para que a empresa americana prossiga com o andamento do desenvolvimento de seu celular que dobra. Neste último caso, um detalhe importante foi colocado em evidência. Segundo as informações do The Elec, a tela OLED que dobra do Pixel Fold terá 7,6 polegadas. O tamanho indica ainda mais o design Fold para o aparelho, tal qual possuem os aparelhos da linha Samsung Galaxy Fold.

De oficial, o Google nada traz sobre a chegada de um telefone com tela dobrável. Entretanto, cada vez mais se tem consolidado a estreia de um excêntrico Pixel 6 em outubro deste ano. Com isso, somando as fortes impressões de que o primeiro Pixel dobrável pode estar em vias de ser oficializado, podemos manter vivas as expectativas para que este aparelho também esteja nos palcos com o Pixel 6, sob os holofotes de lançamentos Google no final de 2021.

Via BGR

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos