Mercado fechará em 42 mins
  • BOVESPA

    124.745,31
    -1.401,34 (-1,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.218,90
    -21,61 (-0,04%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,98
    +0,07 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.801,80
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    32.206,91
    -73,17 (-0,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    778,36
    -15,37 (-1,94%)
     
  • S&P500

    4.406,35
    +38,87 (+0,89%)
     
  • DOW JONES

    35.003,45
    +180,10 (+0,52%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.094,25
    +165,75 (+1,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1506
    +0,0304 (+0,50%)
     

Primeiro jornal entregue na Lua será vendido como NFT

·2 minuto de leitura

A corrida espacial vai motivar o primeiro NFT a ser vendido pelo grupo americano de jornais USA Today. Em um leilão marcado para começar no dia 28 de junho, com duração de 48 horas, a empresa irá comercializar um arquivo de vídeo que explora o mosaico comemorativo, contendo destaques dos 50 anos de cobertura espacial feito pelo veículo e as 24 páginas de um jornal que, em 1971, foi levado à Lua.

O periódico, hoje chamado apenas de Today e, na época, de Florida Today, foi carregado à bordo da Apollo 14 pelos astronautas, na missão que levou ao terceiro pouso bem-sucedido no satélite natural da Terra. Foi o primeiro veículo de notícias a chegar à Lua e, agora, um dos centros da comemoração que está sendo feita pelo grupo de notícias, a partir de reportagens históricas.

Além das missões Apollo, são citados outros voos de ônibus espaciais, operações com satélites e também os recentes lançamentos de naves da SpaceX. Essa viagem visual é apresentada pelo jornalista Pat Shannahan e foi batizada de “Uma História da Era Espacial: A Odisseia do Homem à Lua”, enquanto o NFT em si carrega um nome bem mais simples, “O Primeiro Jornal Entregue na Lua”.

Além de reportagens, imagens e vídeos com o melhor da cobertura sobre a corrida espacial, o NFT também traz cartas escritas pelo astronauta Alan Shepard, comandante da Apollo 14 e o primeiro americano a chegar ao espaço, detalhando seu trabalho com a NASA e como o Florida Today foi ao satélite. Ele conta que, um mês antes, se encontrou por acaso com Buddy Baker, editor do periódico, quando surgiu a ideia.

<em>Microfilme original do Florida Today, que foi à Lua na missão Apollo 14; versão digital do jornal, ao lado de destaques da cobertura espacial do periódico, será leiloada como NFT (Imagem: Divulgação/USA Today)</em>
Microfilme original do Florida Today, que foi à Lua na missão Apollo 14; versão digital do jornal, ao lado de destaques da cobertura espacial do periódico, será leiloada como NFT (Imagem: Divulgação/USA Today)

Ao se tornar o sexto homem a pisar na Lua, Shepard carregada consigo uma edição microfilmada do Florida Today, além de edições semelhantes de outros jornais como o Houston Post e o Christian Science Monitor. Após o retorno à Terra, partes do negativo foram presenteadas a Baker e a Al Neuharth, fundador do grupo de notícias. O restante foi enterrado em uma cápsula do tempo, que os envolvidos afirmam estar em local desconhecido, assim como os detalhes de quando ela será aberta.

É por conta desse nível de exclusividade, bem como pela história curiosa em si, que o USA Today decidiu criar o NFT. Além do arquivo digital em si, o vencedor do leilão também receberá uma cópia física do jornal, reimpressa ainda em 1971 para comemorar a chegada à Lua, bem como uma viagem ao Cabo Canaveral, na Flórida, um pacote com memorabilias da corrida espacial e assinaturas vitalícias do USA Today e do Florida Today.

Os fundos obtidos com a venda serão revertidos ao museu espacial da Força Aérea americana e à Fundação Gannett, que auxilia as comunidades carentes das cidades onde o grupo de mídia está em atividade.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos