Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.373,30
    -1.132,13 (-3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Primeiro evento esportivo internacional é cancelado por causa da Ômicron, nova variante da Covid-19

·1 min de leitura

O primeiro evento esportivo internacional foi cancelado por causa da nova variante do coronavírus. A Universíade de Inverno aconteceria em Lucerna, na Suíça, a menos de duas semanas. Mas com a emergência da Ômicron, detectada recentemente na África do Sul e já presente em outros países, os organizadores decidiram cancelar o evento multiesportivo, marcado para ocorrer de 11 a 21 de dezembro.

A decisão acontece após a Suíça fechar a fronteira para viajantes de vários países onde a Ômicron já foi descoberta.

Austrália, Bélgica, Dinamarca, Reino Unido, Holanda, Hong Kong, Israel and República Tcheca estão entre os países cujas equipes teriam de fazer quarentena na Suíça por 10 dias na chegada à sede da Universíade.

Outros países devem ser adicionados à liista pelo governo suíço.

"Como resultado dessas restrições oficiais, a Universíade de Inverno 2021 não pode acontecer agora", disse a organização.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, nesta segunda-feira, que a variante do coronavírus deve se espalhar internacionalmente, apresentando um risco global "muito alto" de surtos de infecção por Covid-19 que podem ter "consequências graves" em algumas áreas.

O presidente do Comitê Organizador do evento, Guido Graf, disse que os organizadores estão "devastados e muito tristes por não podermos receber os atletas de todo o mundo que têm se preparado intensivamente para suas competições".

A Universíade de Inverno foi programada, originalmente, para acontecetr de 21 a 31 de janeiro deste ano, mas foi adiada em resposta à emergência sanitária causada pela Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos