Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.256,36
    -3.411,42 (-2,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.348,94
    -802,44 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,36
    +0,14 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.772,60
    -25,30 (-1,41%)
     
  • BTC-USD

    49.083,93
    +163,92 (+0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,86
    -11,80 (-1,19%)
     
  • S&P500

    3.829,34
    -96,09 (-2,45%)
     
  • DOW JONES

    31.402,01
    -559,85 (-1,75%)
     
  • FTSE

    6.651,96
    -7,01 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.832,00
    -470,00 (-3,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7289
    +0,1584 (+2,41%)
     

Primeiro celular 5G com tela e-ink colorida do mundo é anunciado pela HiSense

Rubens Eishima
·2 minuto de leitura

Ofuscada pelas gigantes Xiaomi, Oppo, Vivo e Huawei, a Hisense geralmente não está entre as fabricantes chinesas de celular mais lembradas pelo público. A empresa se especializou em linhas com características incomuns, caso do smartphone A7 CC, o primeiro do mundo a trazer tela e-ink colorida e conexão 5G.

O aparelho é basicamente uma versão com tela colorida do celular A7, lançado no final de 2020. O Hisense A7 CC não é o primeiro celular com uma tela do tipo, título que cabe ao Hisense A5C lançado em abril de 2020.

O componente é de longe o destaque do aparelho, além de colorida, ela oferece generosas 6,7 polegadas — bem mais que os 5,84 do A5C. Já a resolução HD+ no modelo monocromático ao que tudo indica passou por uma mudança, com uma densidade de 100 ppi, contra 300 ppi no A7 preto-e-branco.

Tela e-ink oferece um consumo reduzido de energia, mas não é indicada para vídeos (Imagem: divulgação/Hisense)
Tela e-ink oferece um consumo reduzido de energia, mas não é indicada para vídeos (Imagem: divulgação/Hisense)

5G

A conexão 5G é trazida pelo processador Unisoc Tiger T710, com o modem V510. O chip de oito núcleos conta com quatro CPUs de alto desempenho Cortex-A75 e quatro núcleos de baixo consumo Cortex-A55. As configurações do componente são mais do que suficientes para um celular intermediário, e no papel ele conseguiria até rodar alguns games, uso que não combina com a tela e-ink.

O Hisense A7 CC é equipado com 6 GB de RAM e 128 GB de espaço para armazenamento, mais do que o bastante para o dia-a-dia. A bateria também parece superestimada, com capacidade de 4.770 mAh, destoando do baixo consumo prometido pela tela. De qualquer forma, o celular acompanha um carregador rápido de 18 W.

Câmera tem 16 megapixels (imagem: divulgação/Hisense)
Câmera tem 16 megapixels (imagem: divulgação/Hisense)

Disponibilidade e preço

O Hisense A7 CC já está em pré-venda no mercado chinês, mas não tem previsão de lançamento no ocidente. O modelo tem preço sugerido de 2.399 iuanes (cerca de R$ 2.030).

Tela traz uma versão melhorada da tecnologia usada no e-reader Kindle (Imagem: divulgação/Hisense)
Tela traz uma versão melhorada da tecnologia usada no e-reader Kindle (Imagem: divulgação/Hisense)

Hisense A7 CC: ficha técnica

  • Tela: e-ink 6,7 polegadas;

  • Chipset: Unisoc Tiger T7510;

  • Memória RAM: 6 GB;

  • Armazenamento interno: 128 GB;

  • Câmera traseira: 16 megapixels;

  • Câmera frontal: 5 megapixels;

  • Dimensões: 172,4 x 86 x 9 mm;

  • Peso: 221 gramas;

  • Bateria: 4770 mAh, recarga com fio a 18 W;

  • Extras: 5G, leitor de digitais na traseira;

  • Cores disponíveis: prata e preto;

  • Sistema operacional: Android 10.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: