Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.927,60
    -2,40 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    23.533,43
    +560,96 (+2,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

Primeiro carro elétrico movido a energia solar já está em produção

Modelo aprovado para produção tem painéis solares presos ao capô, o que permitirá o funcionamento do veículo por até sete meses sem recarga (Photo by CESAR MANSO / AFP) (Photo by CESAR MANSO/AFP via Getty Images)
Modelo aprovado para produção tem painéis solares presos ao capô, o que permitirá o funcionamento do veículo por até sete meses sem recarga (Photo by CESAR MANSO / AFP) (Photo by CESAR MANSO/AFP via Getty Images)
  • Lightyear 0, carro elétrico movido a energia solar, já entrou no estágio de produção;

  • Modelo é considerado o "primeiro carro solar do mundo" e primeiro lote será de 150 unidades;

  • Sedã futurista tem as proporções parecidas com o Porsche Panamera e será vendido por mais de R$ 1 milhão.

A startup holandesa de veículos elétricos Lightyear anunciou que o Lightyear 0, considerado o "primeiro carro solar do mundo", já entrou no estágio de produção.

Uma das promessas do veículo é rodar por semanas sem se preocupar em abastecer ou recarregar. O sedã futurista tem as proporções parecidas com o Porsche Panamera e será vendido por mais de R$ 1 milhão. O primeiro lote será de 150 unidades.

O modelo aprovado para produção tem painéis solares presos ao capô, o que permitirá o funcionamento do veículo por até sete meses sem recarga. De acordo com o AutoEsporte, em uma condição hipotética, um ano com 365 dias ensolarados consegue gerar até 11 mil km de autonomia para o elétrico.

Uma forma de aumentar a autonomia do carro é a composição com uma bateria de 60 kWh, que o permite rodar até 625 km no ciclo WLTP. Mesmo assim, a fabricante defende que o veículo é movido, principalmente, pela luz do sol, fornecendo até 70 km por dia.

O maior desafio encontrado pelo lançamento é funcionar em locais com menos sol, como a Holanda. Isso faz com que o funcionamento do automóvel seja diretamente impactado pelas condições climáticas ds lugares em que ele circula.

Apesar da Lightyear não fornecer dados sobre a potência os quatro motores da versão final, a ideia é que o carro não não ultrapassa os 160 km/h e acelere de 0 a 100 km/h em 10 segundos.

Por ser confeccionado com carroceria de fibra de carbono, o Lightyear 0 pesa somente 1.575 kg, peso parecido com o de um Jeep Compass. No interior, são utilizados materiais sustentáveis e veganos, como garrafas PET no tecido e couro sintético de origem natural.