Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    20.971,55
    +58,76 (+0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Primeira reunião de peças de Shakespeare pode chegar a R$ 12,5 milhões em leilão

Primeira reunião de peças de Shakespeare pode chegar a US$ 2,5 milhões em leilão. Foto: Reprodução/AP/Kirsty Wigglesworth.
Primeira reunião de peças de Shakespeare pode chegar a US$ 2,5 milhões em leilão. Foto: Reprodução/AP/Kirsty Wigglesworth.
  • A Sotheby’s, em Nova York, vai leiloar um exemplar do 'First Folio' de William Shakespeare em julho;

  • Estima-se que o valor alcance entre US$ 1,5 milhões e US$ 2,5 milhões;

  • Apenas 235 exemplares do volume ainda existem.

Este ano marca os quase 400 anos da primeira edição do volume de 36 peças reunidas escritas pelo dramaturgo inglês Wiliam Shakespeare.

A casa de leilões Sotheby’s, em Nova York, colocará uma edição original do livro, lançado em 1623, para venda no dia 7 de julho e se espera que o valor alcance entre US$ 1,5 milhões e US$ 2,5 milhões, cerca de R$ 7,5 milhões e R$ 12,5 milhões, respectivamente, na cotação atual.

Leia também:

O volume, ‘Mr. William Shakespeare’s Comedies, Histories, & Tragedies’, ou ‘First Folio’, como ficou conhecido, foi publicado sete anos depois da morte do autor e contou com 750 exemplares, dos quais apenas 235 chegaram aos dias atuais.

Um detalhe chama a atenção na edição que será leiloada: as marcações presentes entre as páginas, escritas pelos primeiros donos do livro.

Inicialmente, o volume esteve nas mãos da família Gordon, no começo do século 17. Depois, ao longo do tempo, foi passado para algumas figuras notáveis, como o criador de cavalos William Stuart Stirling-Crawfurd e o ativista político e historiador R. W. Seton-Watson.

O livro chegou aos Estados Unidos na década de 1960, depois que o executivo do ramo imobiliário Abel E. Berland o adquiriu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos