Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,02
    -0,13 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.814,80
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.653,56
    +1.111,72 (+2,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    977,06
    +50,30 (+5,43%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.085,25
    +11,75 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1183
    -0,0472 (-0,77%)
     

Primeira fábrica de carne cultivada em laboratório do mundo é inaugurada em Israel

·2 minuto de leitura
Primeira fábrica de carne cultivada em laboratório do mundo é inaugurada em Israel
Primeira fábrica de carne cultivada em laboratório do mundo é inaugurada em Israel

A empresa israelense de biotecnologia Future Meat inaugurou sua primeira instalação de produção de carne cultivada, em sua terra natal. De acordo com a empresa, esta é a primeira fábrica do tipo no mundo, algo que pode ocasionar uma mudança importante no desenvolvimento de alimentos futuristas alternativos a produtos à base de proteína animal.

Segundo os representantes da empresa, a instalação é capaz de produzir meia tonelada de carne cultivada em laboratório, que é diferente da carne vegetal, por dia, o que é equivalente a 3.000 hambúrgueres de tamanho médio, bem maiores do que aqueles que vêm nas caixas vendidas em supermercados, que têm, em média, 50g cada um.

Fábrica da Future Meat em Israel
Fábrica deve ter a capacidade de produzir até 3.000 hambúrgueres por dia. Crédito: Future Meat/Divulgação

“A inauguração desta instalação marca um grande passo no caminho da Future Meat Technologies para o mercado, servindo como um capacitador crítico para levar nossos produtos às prateleiras até 2022”, disse o CEO da empresa, Rom Kshuk em uma nota à imprensa. “Ter uma linha industrial em funcionamento acelera os principais processos, como regulamentação e desenvolvimento de produtos”, disse Kshuk, ao portal Futurism.

Ecologicamente correta

Segundo a Future Meat, a carne cultivada gera 80% menos gases de efeito estufa na atmosfera, utiliza 99% menos terras e consome 96% menos água em comparação com a criação de gado bovino, ovino, suíno e de aves.

A fábrica israelense pode ser a base para a construção de uma série de outras do tipo ao redor do mundo, em locais como os Estados Unidos, Reino Unido e países da União Europeia. Nesses países, assim como em outras partes do mundo, o número de adeptos de dietas vegetarianas têm crescido bastante. A produção da carne cultivada da Future Meat é feita a partir de células de frango, porco e cordeiro, que não são abatidos.

Leia mais:

De acordo com a empresa, em breve, eles também terão a capacidade de produzir produtos bovinos, em um processo que, segundo eles, é cerca de 20 vezes mais rápido do que a criação de animais para o abate. Além disso, o processo de produção, que já foi muito mais caro, tem caído bastante em um tempo relativamente curto.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos