Mercado fechado

Primeira edição do Enem digital tem abstenção de 71,3%

·2 minuto de leitura
BRAZIL - 2020/10/18: In this photo illustration the Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) logo seen displayed on a smartphone. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Apenas 26 mil pessoas participaram do Enem digital (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

O Enem digital foi realizado pela primeira vez nos dos últimos domingos, 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Com a pandemia do coronavírus, a taxa de abstenção foi alta, de 71,3%.

O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela organização da prova, esperava 93 mil candidatos, mas apenas 26,7 mil participaram da prova. Esse número, divulgado pelo Inep, não inclui os candidatos do Amazonas, onde as provas foram suspensas dada a emergência sanitária no estado. Um local de prova de Macapá também foi excluído por problemas estruturais.

Os estados com maiores índices de abstenção foram Tocantins, 77,2%, São Paulo, 76%, e Mato Grosso do Sul, 75,2%.

No primeiro domingo a abstenção havia sido de 68%. Alexandre Lopes, presidente do Inep, afirmou que já esperava que no segundo dia o número fosse ainda maior, mas declarou estar satisfeito com a prova.

Leia também:

“Como era projeto-piloto, a primeira aplicação, entendemos que estamos muito satisfeitos com resultado, porque nós conseguimos entregar aquilo que nós nos propusemos. A participação do estudante é uma opção de cada participante, da nossa parte é garantir que as pessoas consigam fazer a prova e se tiver algum problema, garantir a reaplicação”, disse.

O objetivo do Inep é que o Enem seja feito de forma totalmente digital até 2026. No entanto, a prova não é feita de forma remota, mas em locais de prova com computadores. A redação não é feita de forma digital.

Entre os dias 8 e 12 de fevereiros, alunos que tiveram diagnóstico de Covid ou cujos locais de prova tiveram problemas logísticos poderão pedir a reaplicação da prova. Para essas pessoas, o Enem acontecerá nos dias 23 e 24 de fevereiro.

A edição de 2021 do Enem deve acontecer nos meses de novembro ou dezembro, segundo Alexandre Lopes.