Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.191,32
    -370,39 (-0,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Preview JAC E-JS1 | Elétrico mais barato do Brasil é ideal para uso urbano

·4 minuto de leitura

Recentemente, a JAC apresentou oficialmente o E-JS1, carro elétrico mais barato à venda no Brasil, em um evento que começou em uma das concessionárias da marca, na Avenida Abraão de Morais, próxima a Rodovia Imigrantes, em São Paulo, e terminou no Espaço Casale Rústico, localizado na região do Riacho Grande, em São Bernardo do Campo. A reportagem do Canaltech marcou presença e aproveitou para dirigir o compacto que custará R$ 149.900 nas concessionárias em versão única.

O carro, que é o 1º produzido em conjunto pela JAC Motors com a Volkswagen na China, tem atrativos interessantes, começando pelo visual, que carrega uma mistura de J2, da JAC, com o Up!, da montadora alemã. Por dentro, a tecnologia e o conforto dão o tom, como já pontuamos em outra oportunidade. A autonomia, de 302 quilômetros – dependendo do modo de condução, claro – é outro ponto forte da novidade.

Primeiras impressões

Foto: Paulo Amaral/Canaltech
Foto: Paulo Amaral/Canaltech

O test-drive fugiu um pouquinho do traçado original e combinou as ruas com trânsito pesado na entrada da região do Riacho Grande com as curvas da Rodovia Caminho do Mar, também conhecida como a “Velha Estrada de Santos”. No percurso de pouco mais de 30 quilômetros ao volante do JAC E-JS1, foi possível perceber o que o próprio presidente da empresa, Sérgio Habib, confidenciou no evento de apresentação: o compacto é mesmo ideal para uso urbano.

Apesar de ser bastante ágil nas saídas e nas retomadas, graças ao motor de 45 kW (equivalentes a 62 cv de potência) e ao torque de 15,3 kgfm, o E-JS1 tem um problema grave, e que pode pesar na hora em que o condutor realmente precisar acelerar em ultrapassagens na rodovia, por exemplo: o carro não ultrapassa os 110 km/h. “Esse não é um carro de estrada. Tem um monte de curso no acelerador, e não adianta pisar que ele limita a 110 (km/h)”, confirmou Habib.

Essa limitação, aliás, causou um desconforto durante o teste, justamente na hora em que foi preciso ultrapassar um caminhão. A matemática mental para calcular se a aceleração do E-JS1 seria suficiente para a manobra antes da chegada da próxima curva foi complexa, e a escolha mais prudente acabou sendo a de esperar um pouco e, enfim, se livrar do obstáculo, notadamente mais lento.

Foto: Paulo Amaral/Canaltech
Foto: Paulo Amaral/Canaltech

Se no trecho de rodovia a sensação, às vezes, foi de insegurança, o mesmo não pode dizer do desempenho na cidade. No trânsito pesado da entrada de São Bernardo e na chegada a São Paulo, o E-JS1 mostrou rapidez nas respostas e um ar esportivo, com direito até mesmo a uma cantada de pneu (involuntária, claro) ao entrar em uma avenida. O famoso "acelera, breca, acelera" também ajudou na economia de bateria, que tem um ganho toda vez em que há redução da velocidade.

Confortável ao volante ou como passageiro

Foto: Paulo Amaral/Canaltech
Foto: Paulo Amaral/Canaltech

Em termos de conforto, no entanto, o compacto cumpriu seu papel. A ergonomia, apesar da minha altura (1,87m), permitiu que eu me acomodasse confortavelmente, tanto ao volante quanto no passageiro e, até mesmo, no banco de trás, já que tive a companhia de outros dois jornalistas durante o percurso, com revezamento dos condutores.

O ar-condicionado digital, a central multimídia e o painel de instrumentos são rápidos e intuitivos. Claro que o teste teria sido melhor se eu tivesse entendido uma única palavra do que estava escrito na tela (em mandarim, pois o carro testado não havia sido ajustado ainda para o Brasil), mas, pelo menos, deu para ajustar temperatura e intensidade do ar e encontrar o pareamento Bluetooth para o celular.

Avaliação inicial

O que podemos dizer da avaliação inicial do JAC E-JS1 é que ele cumpre o que promete. Quem está disposto a adentrar no mundo dos carros elétricos, quer gastar pouco (no comparativo com os demais elétricos, claro) e tem como foco principal o deslocamento em perímetro urbano, a aposta, sem dúvida, será acertada.

O pacote motor + bateria + conforto + acessórios + design torna o compacto desenvolvido em parceria da marca chinesa com a Volkswagen uma opção bem interessante. O motor do E-JS1 pode até ser silencioso, mas fato é que a chegada dele certamente deixará a Chevrolet e o Renault, fabricantes do Bolt e do Zoe, com a pulga atrás da orelha.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos