Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,21
    -0,14 (-0,16%)
     
  • OURO

    1.818,20
    -11,50 (-0,63%)
     
  • BTC-USD

    36.998,47
    +102,84 (+0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    844,67
    -11,15 (-1,30%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    +46,30 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    26.958,87
    -52,46 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.197,50
    +39,00 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1054
    -0,0010 (-0,02%)
     

Previa da inflação termina 2021 com alta de 10,42%.

·2 min de leitura

Mesmo com uma alta expressiva, de 0,78% em dezembro, o IPCA-15 ainda terminou abaixo dos 1,02% registrados em dezembro de 2020 ou dos 1,17% em novembro. A inflação ainda persiste, mas a força aparenta estar menor e mais controlada.

Inflação mais fraca beneficia juros futuros?

Sim, de certa forma sim. O juro futuro pode sofrer correções com uma inflação mais fraca, ou ficando abaixo das expectativas do mercado.

Isso acontece porque a percepção que os preços vão permanecer subindo, cai e a necessidade de juros maiores no sistema, também reduz.

Portanto, aquelas letras do Tesouro Direto, que possuem rentabilidade prefixada (como as letras do tesouro IPCA e Prefixados) vão se beneficiar no curto e médio prazo.

Em 2021, tais letras chegaram a registar alta substancial em suas taxas e redução drástica no valor do principal.

Até que haja uma correção dos valores, principalmente das letras de longo prazo, levando o valor das mesmas para algum patamar mais próximo, ou similar ao do início de 2021, pode demorar.

Ibovespa cai e dólar fica praticamente estável.

Com mais um dia de queda no mercado nacional, o Ibovespa fechou o dia com queda de 0,37%. O S&P 500 por sua vez subiu 0,75%.

O ETF que segue o S&P 500 aqui no Brasil, conhecido como IVVB11, registrou alta de 0,65% hoje, terminando cotado a R$ 292,12.

Só em 2021, o ETF IVVB11 vem se valorizando em mais de 38%, enquanto o Ibovespa amarga queda de 11,78%.

O dólar por sua vez terminou o dia com ligeira alta de 0,2%. No momento a bolsa brasileira está bem volátil.

Outros ativos que compõem a bolsa, como os fundos imobiliários, também não vem tendo um bom ano.

O IFIX, principal índice da bolsa de valores do Brasil, vem registrando depreciação de 5,2%. Mas, mesmo com a queda do índice, há muitas oportunidades interessantes dentro do mercado de FII.

Como os fundos são ótimas alternativas para a construção de renda no curto e longo prazo, o investidor pode ter acesso a fundos que vem entregando distribuições mensais superiores a ordem de 1%.

Ou seja, é o equivalente a investir R$ 100,00, e receber mensalmente R$ 1,00. Observando a queda nos valores das cotas, há diversas oportunidades dentro do mercado de FII, para construir uma boa carteira com pouco valor e ter um bom nível de renda.

Havendo ainda a possibilidade de lucrar com a valorização, caso as coisas se arrumem no Brasil e no mundo.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos