Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.184,53
    +244,32 (+0,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Prevent Senior admite a associados que não há pesquisa científica comprovando eficácia do 'kit Covid'

·2 min de leitura

SÃO PAULO — Em comunicado enviado a associados nesta terça-feira, a Prevent Senior admitiu que não há pesquisa que comprove a eficácia do chamado kit Covid, conjunto de medicamentos distribuído pela operadora na pandemia.

A divulgação do comunicado estava prevista no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) feito pela Promotoria de Saúde do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e assinado pela empresa em outubro. O mesmo termo proíbe a operadora de distribuir o kit, que inclui medicamentos como cloroquina, hidroxicloroquina e azitromiana. Se descumprir, terá de pagar uma multa.

Acusada de promover o chamado tratamento precoce e ocultar óbitos de pacientes que morreram de Covid-19, a Prevent Senior foi indiciada pela CPI da Covid do Senado Federal e está sendo investigada por uma outra comissão instalada na Câmara Municipal de São Paulo. Há ainda cinco inquéritos no Ministério Público do Trabalho que apuram questões como assédio moral e sexual e pejotização. No âmbito do MP-SP, há uma força-tarefa em curso e também discussões envolvendo dano moral coletivo que deverá ser pago pela operadora.

"Inexiste a conclusão de qualquer pesquisa científica realizada pela Prevent Senior que conclua pela eficácia da cloroquina e da hidroxicloroquina ou de demais medicamentos do denominado “kit Covid”, para tratamento da COVID-19", diz a nota.

A Prevent Senior ainda disse aos associados que os resultados divulgados pela empresa ou por terceiros acerca da eficácia da cloroquina e hidroxicloroquina "não correspondiam efetivamente a uma pesquisa científica, limitando-se a dados obtidos internamente para fins estatísticos, sem qualquer tipo de viés científico".

A operadora também admtiu que não obteve autorização do Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para a realização de estudos científicos sobre a cloroquina e a hidroxicloroquina.

Em nota enviada à reportagem, a assessoria de imprensa da Prevent Senior afirmou que a assinatura do TAC não implica reconhecimento de culpa. "A Prevent Senior jamais mentiu e vai acionar judicialmente quem a acusa de faltar com a verdade."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos