Mercado fechará em 5 h 31 min
  • BOVESPA

    127.787,44
    -269,78 (-0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.017,36
    -185,44 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,02
    +0,98 (+1,38%)
     
  • OURO

    1.773,70
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    36.773,28
    -2.062,87 (-5,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    908,22
    -31,72 (-3,38%)
     
  • S&P500

    4.183,36
    -38,50 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    33.369,28
    -454,17 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.033,70
    -119,73 (-1,67%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9843
    +0,0218 (+0,37%)
     

Prevendo alta demanda, Apple prepara produção em massa do iPhone 13

·2 minuto de leitura
Prevendo alta demanda, Apple prepara produção em massa do iPhone 13
Prevendo alta demanda, Apple prepara produção em massa do iPhone 13

Programado para chegar ao mercado entre setembro e outubro deste ano, o iPhone 13 vem monopolizando as atenções da Apple, que não quer correr qualquer risco de ficar sem os componentes necessários para a produção em massa do flagship. Por conta disso, a empresa já teria informado aos fornecedores de bobinas de voz (Voice Coil Motor, ou VCM) de Taiwan para se prepararem, pois a demanda será forte a partir deste mês. E isso é um indício do tamanho da demanda esperada: a Apple está encomendando mais VCMs que todos os fabricantes de Android.

Os componentes são usados para ajudar no controle de foco, e utilizam imãs para fornecer um movimento preciso dos diferentes elementos de um módulo de câmera. As informações divulgadas pelo Digitimes Ásia são de que o futuro flagship da marca deverá ter atualizações em módulos de câmera e sensores 3D para Face ID.

Essas atualizações refletirão diretamente no aumento do uso de VCMs e, por isso, a preocupação da Apple em se garantir para não ter problemas com a produção do iPhone 13. A fabricante teria sugerido aos produtores que aumentem a capacidade em 30 ou 40% no caso específico dos VCMs.

Processadores já estão sendo produzidos

Apesar de não ter sido confirmada oficialmente pela Apple, a informação de que a produção em massa do iPhone 13 está para começar parece casar com os vazamentos mais recentes a respeito do flagship. Na última semana de maio, após o design final do iPhone 13 ter sido revelado (será?), a fabricante de chips TSMC, parceira da Apple, deu início à produção do novo processador, que vem sendo chamado de A15.

Sucessor do A14 Bionic, hoje encontrado na família iPhone 12, o A15 (se vai ser mesmo chamado assim) já estava programado para ter sua produção em série iniciada no fim de maio, segundo a TSMC. A ideia da fabricante é não correr qualquer risco de atrasar a produção e o lançamento do iPhone 13.

De acordo com o mais recente relatório do Digitimes, a demanda pelo A15 “vai superar, de longe, a procura pelo antecessor”. A informação casa com o que já havia sido previsto pelo analista Ming-Chi Kuo. No fim do ano passado, o especialista de mercado já havia avisado que a TSMC puxaria o freio de mão na produção do A14 Bionic, do iPhone 12, para focar no início da fabricação do próximo chipset da marca.

Via Apple Insider

Imagem: Reprodução/EverythingApplePro

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos