Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,10 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.802,10
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    34.441,53
    +531,80 (+1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    -6,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1217
    +0,0015 (+0,02%)
     

Pressionada pela China, dona do TikTok reforça segurança de dados antes de IPO

·3 minuto de leitura

Avaliada como um dos maiores unicórnios do mundo — empresas que ultrapassam a avaliação de US$ 1 bilhão antes de abrir seus capitais —, a chinesa ByteDance decidiu adiar por tempo indeterminado sua chegada ao mercado de ações. Segundo uma reportagem do Wall Street Journal, a empresa criadora do TikTok foi aconselhada por autoridades chinesas a reforçar sua segurança de dados antes de fazer sua oferta inicial (IPO, na sigla em inglês) na Bolsa de Valores de Nova York.

Fontes ligadas à empresa afirmam que a decisão foi tomada no final de março, após o fundador Zhang Yiming se reunir com reguladores especializados em cibersegurança e em valores mobiliários. Na ocasião, o executivo foi aconselhado a reforçar em reforçar a segurança de seus dados e outras questões relacionadas, recomendação que está sendo seguida desde então.

Imagem: Divulgação/TikTok
Imagem: Divulgação/TikTok

Outro ponto que forçou o adiamento das aberturas das ações da ByteDance na bolsa de valores é que, na época, a corporação não possuía alguém ocupando o posto de diretor financeiro (CFO). Em dezembro de 2020, a empresa foi avaliada em mais de US$ 180 bilhões (R$ 936 bilhões) em uma rodada de financiamento, e relatos mostram que seus diretores já estudam há algum tempo a possibilidade de fazer uma oferta inicial de ações nos Estados Unidos ou em Hong Kong.

China aumenta pressões regulatórias

Desde novembro do ano passado, autoridades chinesas têm reforçado a fiscalização sobre as empresas de tecnologia que operam no país. Entre as preocupações do governo local está o comprometimento das informações destas companhias como resultado de uma maior divulgação de seus nomes após serem listadas nos Estados Unidos.

Outro ponto que tem recebido mais atenção é a forma como essas organizações usam e armazenam dados de usuários, garantindo que eles não são usados para violar os direitos de consumidores. Entre as companhias afetadas pelas mudanças nas regras estão grandes nomes como o Alibaba Group e a companhia de entregas Meituan.

Imagem: Divulgação/ByteDance
Imagem: Divulgação/ByteDance

Enquanto empresas de tecnologia chinesas não são obrigadas a passar por uma análise de órgãos regulatórios para abrir suas ações no exterior, esse processo (feito de maneira informal) se tornou comum a partir do final de 2020. A mudança é uma consequência das tensões entre o país e os Estados Unidos, que teve efeitos diretos sobre a ByteDance — em meio à possibilidade de o TikTok ser banido do país, a empresa chegou a cogitar uma venda do app para a Oracle.

Além da pressão externa, a ByteDance também enfrenta questões internas. Embora não tenha recebido um pedido formal para adiar sua abertura de ações, a empresa teve que explicar ao governo chinês como coletava, armazenava e gerenciava dados de aplicativos populares como o Douyin (para a criação de vídeos curtos) e o Jinri Toutiao, que informa as notícias diárias.

Outro elemento que permite à companhia adiar sua entrada na bolsa é sua lucratividade: em junho, ela divulgou que teve receita de US$ 34,3 bilhões (R$ 178 bilhões) e lucro bruto de US$ 19 bilhões (R$ 98,73 bilhões) em 2020, muito disso graças ao sucesso de sua plataforma de publicidade. Isso ajudou a acalmar os ânimos de seus acionistas e garantiu a estabilidade necessária para que ela possa lidar com as recomendações de autoridades regulatórias antes de prosseguir com seus planos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos