Mercado abrirá em 8 h 37 min
  • BOVESPA

    108.714,55
    +2.418,37 (+2,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.833,80
    -55,86 (-0,11%)
     
  • OURO

    1.805,60
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    62.740,83
    +789,86 (+1,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.508,98
    +1.266,30 (+521,80%)
     
  • S&P500

    4.566,48
    +21,58 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.741,15
    +64,13 (+0,18%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.063,53
    -68,50 (-0,26%)
     
  • NIKKEI

    29.100,57
    +500,16 (+1,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4287
    -0,0076 (-0,12%)
     

Pressões em inflação subjacente ainda estão baixas, diz vice-presidente do BC sueco

·1 minuto de leitura
Vista de uma entrada do banco central da Suécia, em Estocolmo, 12 de agosto de 2016. REUTERS/Violette Goarant

ESTOCOLMO (Reuters) - A inflação subjacente permanece baixa e não há razão para o banco central agir no momento, disse nesta quinta-feira o vice-presidente do Riksbank (banco central sueco), Martin Floden.

"Dado o histórico que temos de inflação baixa e o fato de que a pressão inflacionária ainda é bastante baixa, de acordo com a nossa visão, acho que devemos manter a calma", disse ele a jornalistas em coletiva de imprensa.

"Queremos ver sinais mais claros de que (a inflação) aumentou de forma um pouco mais sustentável antes de começarmos a agir sobre isso."

(Por Simon Johnson)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos