Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,54
    -0,61 (-0,85%)
     
  • OURO

    1.817,10
    -44,30 (-2,38%)
     
  • BTC-USD

    38.430,95
    -1.650,38 (-4,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    953,65
    -38,82 (-3,91%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.177,60
    -113,41 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    13.867,75
    -113,50 (-0,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0704
    +0,0084 (+0,14%)
     

Presidente do Senado critica ONS por política que pode 'secar' Furnas

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), fez duras críticas ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) nesta sexta-feira, em meio a previsões de redução nos níveis de reservatórios hidrelétricos do sistema de Furnas, em Minas Gerais, diante de uma seca histórica.

"O ONS, vinculado ao Ministério de Minas e Energia, apoderou-se das águas brasileiras para o seu propósito único de geração de energia... a previsão de secar os reservatórios do sistema de Furnas, em Minas Gerais, é inaceitável, ainda mais depois dos acordos feitos com a bancada federal do Estado", escreveu o senador no Twitter.

A afirmação vem após a pasta de Minas E Energia ter afirmado na noite de quinta-feira que o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (ONS) reconheceu que será importante flexibilizar restrições à operação de hidrelétricas incluindo Furnas, em meio a um quadro de seca histórico no país que tem pressionado a oferta de geração.

"Essa política energética sem ideias, que não planeja e não pensa em médio e longo prazo, reduz os níveis de água e sacrifica o abastecimento, o turismo, a navegação, a agropecuária, a piscicultura e o meio ambiente. Sacrifica, sobretudo, milhares de pessoas!", criticou Pacheco.

Procurado, o ONS não retornou de imediato a pedidos de comentário sobre a fala do parlamentar.

(Por Luciano Costa, com reportagem adicional de Maria Carolina Marcello)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos