Mercado abrirá em 7 h 6 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,11
    +0,50 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.797,10
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    37.146,85
    +1.221,55 (+3,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    841,38
    +21,87 (+2,67%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.606,45
    -200,55 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    26.734,28
    +563,98 (+2,16%)
     
  • NASDAQ

    14.121,50
    +134,75 (+0,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0293
    +0,0053 (+0,09%)
     

Presidente do Fed vai destacar combate à inflação em audiência no Congresso

·1 min de leitura
(Arquivo) O presidente americano, Joe Biden, e o presidente do Fed, Jerome Powell (AFP/JIM WATSON) (JIM WATSON)

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, destacará nesta terça-feira, em audiência de confirmação no Congresso, os esforços do banco central americano para combater a inflação e estabilizar a economia dos EUA, segundo o discurso preparado, divulgado nesta segunda-feira.

"Estamos firmemente comprometidos a alcançar nossos objetivos estatutários de máximo emprego e estabilidade de preços. Usaremos nossas ferramentas para apoiar a economia e um mercado de trabalho sólido, e para evitar que uma inflação maior se instale", destaca o discurso.

Powell também deve enfrentar um escrutínio ético, depois que o jornal "New York Times" divulgou, na semana passada, novos detalhes sobre a atividade do vice-presidente do Fed, Richard Clarida, no mercado de ações em fevereiro de 2020, semanas antes de ele desabar com o início da pandemia. O Fed então interveio agressivamente, para impedir uma nova crise de liquidez.

Em carta enviada hoje, a senadora democrata Elizabeth Warren, citando os relatórios do Times, pediu "que o Federal Reserve divulgue toda a informação disponível sobre as operações dos funcionários do Fed" até a próxima segunda-feira.

O Fed anunciou em outubro regras de investimento mais rígidas, após uma polêmica envolvendo as atividades de Powell e dois outros funcionários do alto escalão, que pediram demissão.

O discurso de Powell perante a Comissão de Assuntos Bancários do Senado ocorrerá depois que o presidente Joe Biden o nomeou para um segundo mandato no comando do banco central, no momento em que a economia dos EUA enfrenta uma onda de inflação recorde, que levou os críticos a acusarem o Fed de complacência.

cs/md/ag/gm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos