Mercado fechará em 5 h 45 min
  • BOVESPA

    109.281,59
    +793,71 (+0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.754,24
    +235,94 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,28
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.853,70
    +11,60 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    30.111,52
    +121,15 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    674,79
    -0,08 (-0,01%)
     
  • S&P500

    3.930,29
    +28,93 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    31.638,85
    +376,95 (+1,21%)
     
  • FTSE

    7.475,68
    +85,70 (+1,16%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    11.817,25
    -23,50 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1143
    -0,0385 (-0,75%)
     

Presidente do Credit Suisse renuncia após quebrar protocolos da Covid-19

·2 min de leitura
Presidente do Credit Suisse, António Horta-Osório, deixa o cargo após desrespeitar as regras do COVID-19 (REUTERS/Elijah Nouvelage)
Presidente do Credit Suisse, António Horta-Osório, deixa o cargo após desrespeitar as regras do COVID-19 (REUTERS/Elijah Nouvelage)
  • Horta-Osório havia prometido reconstruir a credibilidade do banco com ênfase na gestão de risco

  • Investigação interna se concentrou em seu comportamento, incluindo o uso de aviões da empresa

  • Credit Suisse já anunciou que Axel P. Lehmann substituirá António como presidente

O presidente do Credit Suisse, António Horta-Osório, renunciou após alegações de que o mesmo violou os protocolos da Covid-19 em várias ocasiões, inclusive ao comparecer a Wimbledon no ano passado. O anúncio foi feito pelo banco suíço nesta segunda-feira (17), alegando que a saída de Horta-Osório ocorre após uma investigação encomendada por seu conselho de administração. “Lamento que algumas das minhas ações pessoais tenham levado a dificuldades para o banco e comprometido minha capacidade de representá-lo interna e externamente”, disse o, agora, ex-presidente em comunicado.

Leia também:

Investigação interna comprova violações

Uma investigação interna preliminar descobriu que Horta-Osório violou o protocolo em julho passado, quando participou das finais do torneio de tênis de Wimbledon, apesar das regras de quarentena da Grã-Bretanha. Já em novembro, o então presidente do Credit Suisse também quebrou as regras da Suíça ao viajar sem quarentena de 10 dias.

“Acredito que minha demissão é do interesse do banco e de seus stakeholders neste momento crucial”, acrescentou. Fontes disseram à Reuters que a investigação se concentrou no comportamento de Horta-Osório, incluindo o uso de aviões da empresa.

Curto mandato

“Desejo aos meus colegas do Credit Suisse todo o sucesso para o futuro”, disse Horta-Osório, que renunciou menos de um ano depois de assumir o cargo com mandato para liderar uma reforma no banco - em apuros em meio a vários escândalos. O Credit Suisse disse que Axel P. Lehmann substituirá Horta-Osório como presidente.

Substituto definido

Ex-executivo do UBS, Lehmann atuou como membro do conselho e presidente do comitê de risco do Credit Suisse desde outubro passado. “Sob a liderança de Axel Lehmann, o conselho e a diretoria executiva continuarão a executar a estratégia do Credit Suisse, impulsionando a transformação do banco”, disse o banco em comunicado à imprensa.

Consequência nas finanças

As ações do Credit Suisse caíram mais de 20% nos últimos 12 meses. Horta-Osório foi encarregado de liderar uma reviravolta no banco suíço após vários erros, incluindo grandes perdas financeiras ligadas ao colapso da empresa de investimentos Archegos Capital - quando o Credit Suisse perdeu US$ 5,5 bilhões, em março passado devido a negociações arriscadas. O Credit Suisse também enfrentou escrutínio sobre dois escândalos de espionagem corporativa envolvendo altos executivos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos