Mercado abrirá em 4 h 58 min
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,84
    -0,31 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.809,10
    -52,30 (-2,81%)
     
  • BTC-USD

    39.253,59
    -875,75 (-2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    974,87
    -17,60 (-1,77%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.162,73
    -22,22 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    28.491,88
    +55,04 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    29.018,33
    -272,68 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    13.898,25
    -83,00 (-0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0691
    +0,0071 (+0,12%)
     

Presidente diz que BC do Japão está pronto para comprar ETFs "fortemente", mas não indica quando

·1 minuto de leitura
Presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, disse nesta quinta-feira que o banco está pronto para comprar fundos de índice (ETF, na sigla em inglês) "fortemente" quando necessário, mas não deu nenhuma pista sobre se irá intervir para conter a atual derrocada do mercado.

O banco central evitou comprar ETFs neste mês, mesmo com os preços das ações japonesas despencando devido a preocupações com o aumento dos custos mundiais de insumos e uma onda de vendas de tecnologia em Wall Street.

Kuroda disse que as compras do Banco do Japão não visam elevar os preços das ações a um determinado nível, mas são decisões operacionais baseadas nos movimentos do mercado no momento.

"Não temos nenhuma regra automática e definida para a compra de ETFs, tal como fazê-la quando os preços das ações caem por um certo volume em vários dias", disse Kuroda ao Parlamento.

"Não há absolutamente nenhuma mudança na nossa postura de comprar ETFs fortemente, quando necessário", acrescentou ele.

Como parte dos esforços para tornar seu estímulo massivo sustentável, o banco central do Japão abandonou em março o compromisso de comprar fundos de índice a um ritmo anual estabelecido e agora promete intervir apenas quando necessário.

Kuroda disse que a postura básica do banco é comprar fundos de índice em grandes quantidades quando as flutuações do mercado são grandes, com base nas conclusões do banco de que fazer isso é mais eficaz para maximizar o efeito.

(Por Leika Kihara)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos