Mercado fechará em 4 h 58 min
  • BOVESPA

    100.942,59
    +2.270,34 (+2,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.761,72
    +20,22 (+0,04%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,94
    +1,32 (+1,23%)
     
  • OURO

    1.827,20
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    20.797,81
    -615,39 (-2,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,24
    -8,55 (-1,85%)
     
  • S&P500

    3.916,22
    +4,48 (+0,11%)
     
  • DOW JONES

    31.533,29
    +32,61 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.258,21
    +49,40 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.126,00
    -14,50 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5279
    -0,0245 (-0,44%)
     

Presidente da China pede solidariedade para apoiar recuperação global e critica sanções econômicas

Presidente da China, Xi Jinping

PEQUIM (Reuters) - O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta quarta-feira solidariedade e cooperação para apoiar a recuperação econômica global ameaçada pela epidemia e desafios de segurança, e criticou as sanções que, segundo ele, só trariam desastres.

"A crise da Ucrânia soa como um alarme para o mundo", disse Xi na cerimônia de abertura do Fórum Empresarial Brics via link de vídeo.

"Os fatos mais uma vez provaram que as sanções são uma faca de dois gumes."

Xi pediu uma coordenação mais forte da política macroeconômica para evitar que a recuperação global desacelere ou mesmo seja interrompida, acrescentando que os principais países desenvolvidos deveriam adotar políticas econômicas "responsáveis".

Os Brics são formados por Brasil, Rússia, Índia, China e a África do Sul.

(Reportagem de Ryan Woo e Ella Cao)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos