Mercado fechado

Presidente da CCJ cogita ficar com relatoria da indicação de Kassio Marques para o STF

Renan Truffi e Vandson Lima
·1 minuto de leitura

Decisão da senadora Simone Tebet será anunciada na quinta-feira; sabatina está prevista para o dia 21 A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), tem dito a interlocutores que pode avocar para si a relatoria da indicação do desembargador Kassio Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF). A senadora recebeu diversos pedidos de senadores interessados na condução do processo no colegiado e, por isso, estaria avaliando uma "saída salomônica", que evitasse os desgaste entre os líderes. A decisão de Simone Tebet será anunciada apenas na quinta-feira (8), quando ela deverá receber a mensagem que oficializa a indicação do presidente da República. A previsão é que a sabatina de Kassio Marques aconteça no próximo dia 21 na própria CCJ. Caso ele seja aprovado na comissão, seu nome deverá ser apreciado no plenário do Senado no mesmo dia. Como mostrou o Valor na semana passada, dirigentes do MDB iniciaram articulação para tentar emplacar o líder do partido no Senado, Eduardo Braga (AM), como relator da indicação, o que aumentou a pressão sobre Simone Tebet. No mesmo dia em que o Palácio do Planalto oficializou a escolha do desembargador, ainda na semana passada, a cúpula emedebista começou a espalhar para a imprensa que haveria um acordo com a presidente da CCJ pela escolha de Braga. Interlocutores de Simone Tebet negam, no entanto, que ela tenha feito qualquer compromisso neste sentido. Simone Tebet cogita relatoria da indicação de Kassio Marques ao STF Wilson Dias/Agência Brasil