Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    62.109,54
    +2.632,80 (+4,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Presidente do BC japonês promete manter política monetária frouxa em meio a consumo e inflação fracos

·1 minuto de leitura
Presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, enfatizou nesta quinta-feira a prontidão do banco em manter o estímulo massivo à economia, já que as consequências da pandemia estão pesando sobre o consumo e mantendo a inflação distante da meta de 2%.

Kuroda disse que a expectativa é de que a terceira maior economia do mundo mostre sinais mais claros de recuperação à medida que lucros corporativos robustos e despesas de capital compensem parte da fraqueza no consumo.

Mas ele alertou que as perspectivas para o consumo, que são a chave para uma recuperação econômica sustentada, são altamente incertas e dependentes da evolução em relação à pandemia.

"O consumo deve aumentar se o progresso nas vacinações permitir que a sociedade controle as infecções enquanto retoma a atividade econômica", disse Kuroda em evento online.

Com as empresas do setor de serviços ainda enfrentando problemas de financiamento, o banco central do Japão se concentrará em diminuir o impacto da pandemia principalmente por meio de programas de empréstimos implementados no ano passado, disse Kuroda.

(Por Leika Kihara; reportagem adicional de Tetsushi Kajimoto)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos