Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.781,50
    +4,10 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    33.987,96
    +1.291,96 (+3,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    815,79
    +21,46 (+2,70%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.577,78
    +268,02 (+0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.916,68
    +32,55 (+0,11%)
     
  • NASDAQ

    14.294,50
    +36,25 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9107
    -0,0091 (-0,15%)
     

Presidente do BC da China diz que inflação está sob controle

·1 minuto de leitura
BC da China em Pequim

XANGAI (Reuters) - O presidente do banco central da China afirmou que a inflação está "basicamente sob controle", e que a política monetária será mantida estável, em comentários um dia depois de preocupações com pressões inflacionárias terem sido alimentadas por dados mostrando a maior alta nos preços aos produtores em 12 anos.

"Precisamos perseguir a estabilidade da política monetária como uma prioridade, e manter a implementação da política monetária normal", disse Yi Gang em um fórum financeiro em Xangai nesta quinta-feira, prevendo a inflação este ano abaixo de 2%.

"Manter os juros em um nível apropriado é favorável a um desenvolvimento constante e saudável dos mercados", disse o presidente do Banco do Povo da China.

Yi afirmou que a taxa de juros da China, embora mais alta do que a de grandes economias, ainda é relativamente baixa entre economias emergentes e em desenvolvimento.

Ele ainda reiterou que o banco central vai manter a taxa de câmbio do iuan basicamente estável, ao mesmo tempo em que prometeu melhorar mais o mecanismo cambial da China.

A China adotou uma série de medidas recentemente para conter o rápido aumento do iuan, que chegou a uma máxima de três anos contra o dólar devido à forte recuperação econômica da China e rendimentos atrativos.

(Reportagem de Andrew Galbraith, Kevin Yao e Samuel Shen)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos