Mercado fechará em 5 h 10 min

Presidente do Banco Central da Suécia diz que Bitcoin vai colapsar

·2 minuto de leitura

Entre as muitas criptomoedas e suas movimentações, o Bitcoin continua sendo o grande “termômetro” do mercado e a moeda mais importante do setor. Com o ativo voltando a ganhar força após a queda de maio, a expectativa para a moeda voltou a ser alta, mas não está convencendo todo mundo, com o presidente do Banco Central da Suécia afirmando que o Bitcoin vai colapsar.

Como mostrado pela Bloomberg, Stefan Ingves, presidente do Banco Central da Suécia, o Riksbank, comparou o Bitcoin com o mercado de selos e que um eventual colapso pode acontecer. Os comentários foram feitos durante uma conferência bancária em Estocolmo.

“Dinheiros privados costumam quebrar cedo ou tarde. Claro, você pode ficar rico negociando Bitcoin, mas é algo comparável a negociar selos.”

A posição do presidente do Banco Central é claramente contra o Bitcoin, no entanto não necessariamente correta. A comparação do Bitcoin com qualquer outra “moda de negociação” (Tulipas, Beanie Babies e outras coisas comumente comparadas ao Bitcoin) é bem comum entre os detratores da moeda, mas mais de 10 anos depois da criação do Bitcoin, a moeda continua provando ser um ativo resiliente.

Além disso, a noção de que o Bitcoin é um dinheiro privado não está correta. Enquanto essa pode ser uma classificação para várias altcoins e criptomoedas diferentes, o Bitcoin é possivelmente a moeda menos privada em existência, sem nenhum criador controlando o programa, sem nenhuma comunidade com poder desbalanceado. O Bitcoin é mais público e democrático que as moedas estatais.

Ingves é um crítico do criptomercado e que com certeza aposta no fim desse mercado, afirmando no começo do ano que ele acredita que as moedas digitais não vão escapar da visão dos reguladores. A regulamentação excessiva, como já falado por aqui, é uma grande preocupação dos investidores e que pode ser uma grande ameaça para o Bitcoin.

No entanto, não é só o número de críticos que crescem com a popularidade do criptomercado. A moeda também ganhou grandes aliados, como o Elon Musk (apesar das preocupações com a energia da mineração) e Cathie Wood, da Ark Investimento. Além disso, Gary Gensler, presidente da SEC dos EUA já falou positivamente sobre o Bitcoin várias vezes.

O Bitcoin pode quebrar no futuro? Há essa possibilidade, afinal, o futuro é bem imprevisível. No entanto, caso isso aconteça, provavelmente todos os sistemas tradicionais também estarão extintos.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos