Presidente da Anatel avalia PGMC como decisão madura

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, avaliou nesta segunda-feira que a aprovação do Plano Geral de Metas de Competição (PGMC), na semana passada, foi uma decisão madura e muito bem analisada pelo órgão regulador.

Segundo ele, a redução das tarifas de interconexão (VU-M) de chamadas entre fixo e celular era uma preocupação antiga da Anatel. "Ao contratar esse modelo de custo, estava implícito que estávamos buscando uma redução dos preços praticados no Brasil", afirmou, ressaltando que o modelo será implementado em 2016, com redução gradativa das tarifas ao longo dos próximos anos.

Rezende negou ter recebido reclamações das empresas a respeito do PGMC. "Para mim, ninguém falou nada."

Carregando...