Preocupações com hiperinflação são "infundadas", diz Abe

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta terça-feira no parlamento que as preocupações de que a nova meta de inflação do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) pode desencadear uma hiperinflação são infundadas e lamentáveis.

"É lamentável que existam pessoas que despertem medos infundados de hiperinflação", disse Abe. "Ao construir um cenário fiscal sustentável, nós vamos acabar com todas as preocupações".

Abe também negou as alegações feitas por um parlamentar opositor de que o acordo realizado no mês passado entre o governo e o BoJ sobre a meta de 2% de inflação ameaçava a independência do banco central. O primeiro-ministro disse que deixará os métodos para atingir a meta ao BoJ.

Shinzo Abe também se defendeu de críticas de que os gastos de seu governo são uma forma de afastar a estagnação, alegando que suas políticas econômicas, eventualmente, abrirão caminho para o crescimento sustentável do setor privado no médio e longo prazo. As informações são da Dow Jones. (Lucas Hirata - lucas.hirata@estadao.com)

Carregando...