Mercado fechará em 1 h 44 min

Premiê da Itália diz que não aceitará "compromisso fraco" sobre fundo de recuperação da UE

LISBOA (Reuters) - O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta terça-feira que a União Europeia (UE) precisa dar uma forte resposta à crise econômica causada pela pandemia do Covid-19, acrescentando que medidas de apoio têm de ser acionadas rapidamente.

"Não aceitaremos um compromisso fraco" disse ele ao se referir a uma proposta da Comissão da UE de criar um fundo de recuperação para financiar as economias do bloco atingidas pelo coronavírus. Conte deu as declarações a repórteres em Lisboa, falando ao lado do primeiro-ministro português, António Costa.

Os líderes da UE ainda precisam concordar com a composição de qualquer pacote de recuperação, e uma importante reunião sobre o assunto ocorrerá em Bruxelas nos dias 17 e 18 de julho.

Diferenças significativas permanecem em questões-chave, incluindo se o pacote seria baseado em empréstimos ou subsídios aos Estados-membros em necessidade.

(Por Angelo Amante e James Mackenzie)