Mercado fechado

Premiê britânico vê acordo no G7 sobre estímulos fiscais

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse nesta segunda-feira que existe acordo entre os países do G7 de que deveria haver estímulo fiscal para ajudar a amortecer o impacto econômico da pandemia de coronavírus.

"Há um amplo acordo entre colegas no G7 de que precisaremos garantir que todos tenham acesso à liquidez e que, se fizermos as coisas em conjunto, acho que os mercados globais entenderão que estamos todos operando com o mesmo tipo de estrutura fiscal e acho que teremos muito mais sucesso dessa maneira", disse Johnson durante uma entrevista coletiva.

(Reportagem de Kate Holton e Kylie MacLellan)