Mercado fechará em 5 h 14 min
  • BOVESPA

    113.327,51
    -1.320,48 (-1,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,53
    +1,25 (+1,52%)
     
  • OURO

    1.768,00
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    61.395,64
    +607,35 (+1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.438,40
    -13,23 (-0,91%)
     
  • S&P500

    4.460,22
    -11,15 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    35.154,37
    -140,39 (-0,40%)
     
  • FTSE

    7.190,58
    -43,45 (-0,60%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.067,00
    -67,50 (-0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4220
    +0,0182 (+0,28%)
     

Premiê britânico diz ter plano para suprimento de combustível em meio a bombas vazias

·2 minuto de leitura
Pessoas empurram carro sem combustível em fila de veículos em posto em Londres

Por Michael Holden e Kylie MacLellan e Costas Pitas

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, procurou acalmar os temores públicos nesta terça-feira, conforme as compras geradas pelo pânico deixaram postos de combustível de grandes cidades secos, dizendo que o governo está fazendo preparativos para que as cadeias de abastecimento estejam prontas para o período que antecede o Natal.

Johnson disse que a situação está melhorando nos postos, embora em muitas regiões centenas deles continuem fechados e os motoristas passem horas circulando ou parados em filas para encher o tanque.

"Agora estamos começando a ver a situação melhorar. Estamos ouvindo do setor que os suprimentos estão voltando aos postos da maneira normal, e eu só pediria às pessoas que sigam com suas vidas da maneira normal", disse Johnson em pronunciamento na TV.

Foram as primeiras declarações do premiê desde que os problemas de suprimento de combustível começaram no final da semana passada, quando petrolíferas relataram dificuldade no transporte de gasolina e diesel das refinarias para os postos.

O líder de oposição trabalhista, Keir Starmer, acusou Johnson e o governo de se arrastarem de "crise em crise".

São crescentes os apelos de médicos, enfermeiros e outros trabalhadores essenciais para serem priorizados no abastecimento para manterem hospitais e serviços sociais funcionando, mas Johnson disse que seria melhor "estabilizarmos da maneira normal".

Um clima de caos se apoderou da quinta maior economia do mundo nas últimas semanas, já que a escassez de caminhoneiros tensionou as cadeias de suprimento e uma disparada nos preços do gás natural no atacado europeu está causando graves dificuldades em empresas de energia.

A escassez de caminhoneiros pós-Brexit é exacerbada pela suspensão dos exames de habilitação para condução de caminhões durante os lockdowns da Covid, além da saída de pessoas do setor de fretes.

Ela semeia caos nas cadeias de suprimento, elevando a perspectiva de carências generalizadas, aumentos de preço no período pré-natalino e uma elevação prolongada da inflação.

(Reportagem adicional de Ben Makori, James Davey e Joice Alves em Londres e Rene Wagner in Berlim)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos