Mercado fechará em 5 h 50 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,96
    +1,20 (+1,43%)
     
  • OURO

    1.804,00
    +7,70 (+0,43%)
     
  • BTC-USD

    62.670,16
    +2.179,14 (+3,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.226,71
    +22,16 (+0,31%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.381,75
    +40,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5089
    -0,0719 (-1,09%)
     

Prefeitura do Rio libera público com 50% da capacidade do estádio em jogos na cidade

·2 minuto de leitura

A Prefeitura do Rio de Janeiro publicou, nesta sexta-feira, em Diário Oficial, um decreto que autoriza a presença de torcedores nos estádios na cidade a partir da próxima terça-feira (21). A lotação permitida será de até 50% da capacidade dos locais que receberem os eventos. Desta forma, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco poderão ter público em seus jogos.

- Fica autorizada a realização de competições esportivas com a presença de público em estádios e ginásios, com esquema vacinal completo de todos os presentes, respeitada a lotação de 50% da capacidade do ambiente - diz trecho da publicação.

Leia também:


Entende-se por "esquema vacinal completo", como diz o decreto, idosos acima de 60 anos que já tenham tomado a dose de reforço da vacina contra a Covid-19, após 14 dias da aplicação, e pessoas entre 15 e 59 anos, de acordo com o calendário de vacinação (primeira dose, segunda dose ou dose única), e também após duas semanas desde que tenha se vacinado.

Também nesta sexta-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, elogiou a operação do Flamengo na partida contra o Grêmio, no Maracanã, que teve e presença de mais de 6 mil torcedores.

- Eu tive garantias pessoais do presidente Landim (presidente do Flamengo) de que isso seria tratado como prioridade máxima e com muita organização pelo Clube de Regatas do Flamengo, foi isso que a gente viu. Total respeito e diálogo com a Secretaria de Saúde, a busca permanente de atender todas as exigências, que não são simples - disse o prefeito.

- Que tornam para o clube realizar o jogo bem mais caro, na hora que exige teste, tem que botar mais gente, todas as determinações da Secretaria de Saúde encarecem o evento e não tivemos do Flamengo nenhum gesto para tentar burlar uma regra para tentar economizar, pelo contrário. Isso mostra que a gente pode ir avançando nisso, realizar outros jogos - completou Paes.

Torcida do Flamengo
Torcida do Flamengo voltou ao Maracanã após um ano e meio (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Na sequência, Eduardo Paes, vascaíno declarado, brincou sobre a tentativa do Vasco em ter público em São Januário, no domingo, no duelo contra o Cruzeiro. De acordo com Daniel Soranz, secretário de Saúde do Rio, o jogo está autorizado a ocorrer com torcedores.

- O mais importante deve acontecer no domingo, se Deus quiser, a Secretaria de Saúde vai liberar o jogo do mais importante de todos, Vascão. Estou fazendo meu lobby público - brincou Eduardo.

Vasco - São Januário
São Januário não recebe público desde 12 de março de 2020 (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos