Mercado abrirá em 5 h 9 min

Prefeitura do Rio suspende todos os pagamentos a fornecedores do município

A determinação da Prefeitura do Rio foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira. (Foto: O Globo)

Em meio aos arrestos nas contas da Prefeitura do Rio de Janeiro, uma resolução do secretário municipal de Fazenda, Cesar Barbiero, suspendeu todos os pagamentos a fornecedores do município.

O bloqueio nas operações da Subsecretaria do Tesouro começa a valer às 14h desta segunda-feira. A resolução está no Diário Oficial do do Município. A suspensão de todos os pagamentos e demais movimentações financeiras será mantida até segunda ordem, segundo a resolução.

Leia também

Imerso em polêmicas e em baixa diante da opinião pública. É assim que se encontra a gestão de Marcelo Crivella (Republicanos) na Prefeitura do Rio de Janeiro. O início desta semana comprova isso, já que uma pesquisa mostrou que Crivella tem uma reprovação recorde de 72% e, como não bastasse isso, o prefeito ainda perdeu sua queda de braço com o grupo Globo depois de uma liminar concedida pela justiça.

Além de sua alta reprovação, a pesquisa mostrou que Crivella deve se preocupar com a eleição que se aproxima em 2020. Isso porque Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Freixo (PSOL) aparecem na frente do atual prefeito numa prévia do pleito eleitoral.

Mesmo entre a parcela evangélica da população que, em tese, seria a porção que mais apoiaria a reeleição de Crivella, o resultado não é animador. Entre os ditos evangélicos, Crivella e Paes empatam. Entre os católicos, o atual prefeito do Rio de Janeiro perde para Paes e Freixo.

Crivella x O Globo

Uma liminar da Justiça expedida na segunda-feira (16) garantiu a participação de jornalistas do Grupo Globo em eventos abertos à imprensa (como, por exemplo, entrevistas coletivas) promovidos pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

A magistrada Alessandra Cristina Tufvesson justificou sua decisão “ante a violação a direito fundamental”. Ela ainda diz que o grupo deve ter “a possibilidade de formular perguntas, em igualdade de direitos com os demais participantes membros da imprensa”, além do acesso a todas as informações divulgadas abertamente à imprensa de modo geral.

A decisão é uma derrota para o prefeito que tem realizado uma verdadeira cruzada contra os veículos do grupo. Crivella parece ter se irritado após o veículo impresso do grupo relevar uma investigação do Ministério Público sobre a existência de um suposto balcão de negócios na prefeitura para visando a liberação de verbas a empresas mediante pagamento de propina.