Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,00
    -0,20 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.827,50
    +13,50 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    30.017,94
    -1.051,52 (-3,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,15
    +429,47 (+176,97%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.464,80
    +46,65 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.452,54
    -94,51 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    12.264,25
    +19,50 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2679
    -0,0126 (-0,24%)
     

Prefeito de Manaus diz que Paulo Guedes é o pior ministro da Economia da história

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
"Paulo Guedes é o pior ministro da Economia de todos os tempos", disse o prefeito. Reprodução/Facebook/David Almeida
"Paulo Guedes é o pior ministro da Economia de todos os tempos", disse o prefeito. Reprodução/Facebook/David Almeida
  • Além de Paulo Guedes, o presidente Jair Bolsonaro também foi duramente criticado pelo prefeito;

  • O pronunciamento foi feito durante coletiva de imprensa no bairro Alvorada;

  • O governador do Amazonas Wilson Lima (UB) também esteve no evento.

Na manhã desta segunda-feira (2), o prefeito de Manaus David Almeida (Avante) foi incisivo ao criticar Paulo Guedes e o avaliou como “pior ministro da economia que o Brasil já teve”. A autoridade do presidente Jair Bolsonaro (PL) em relação aos decretos que modificam a Tabela do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI) também foi questionada.

"Abram os olhos. Temos a maior inflação de todos os tempos. Nós temos o pior índice de desemprego. Um ovo é cinquenta centavos, o pão é cinquenta centavos, a conserva é quinze reais, a gasolina tá quase R$ 8, o gás tá R$ 110, a energia tá cara, aí sabe quem é o culpado pra esse imbecil do Paulo Guedes? A Zona Franca de Manaus que significa menos de 0,15% do PIB brasileiro. Um imbecil desse que nunca recebeu um voto. Vem prejudicar o povo da minha cidade" avaliou David

O pronunciamento foi feito durante coletiva de imprensa no bairro Alvorada, marcando o início das obras do Programa Asfalta Manaus 2, ao lado do governador do Amazonas, Wilson Lima (UB), David também não poupou críticas ao governo federal.

"Aqui não tem nenhum leso. Eu não sou otário, nem o povo do meu Estado. O cara teve 67% dos votos aqui. A gente não tem que ficar aplaudindo ele acabar com os nossos empregos, a gente tem que cobrá-lo. Já esgotou todo o diálogo", disse o prefeito

David, que assumidamente votou em Jair Bolsonaro, seguiu criticando o chefe do executivo pela falta de colaboração e defesa à ZFM.

"Eu queria poder estar aqui falando: o presidente Bolsonaro, que teve 67% dos votos em Manaus, liberou R$ 1 bilhão pra gente asfaltar as ruas do Alvorada, mas isso não aconteceu. Não tem R$ 1 do governo federal aqui. Aqui têm recursos somente do governo do Estado e da Prefeitura de Manaus. Eu queria dizer aqui: o presidente Jair Bolsonaro defendeu os empregos da ZFM, isso não está acontecendo", reforçou o prefeito.

Na última sexta-feira (29), Bolsonaro ampliou para 35% a redução da alíquota do IPI, sem sinalizar qualquer tipo de benefício à ZFM, ao contrário do que esperava a classe política do Amazona, após reunião entre o governador Wilson Lima e o presidente, na quarta (27).

A ZFM, que sempre foi um tema sensível entre chefes do executivo federal, do estado do Amazonas e da cidade de Manaus, atrai investidores com um leque de incentivos fiscais e manteve uma média de 103 mil postos de trabalhos diretos no ano passado. Investimentos nas áreas de engenharia, tecnologia, formação e produção industrial movimentaram cerca de R$ 158 bilhões no período.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos