Mercado abrirá em 6 h 13 min
  • BOVESPA

    111.923,93
    +997,93 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,84
    +0,86 (+1,08%)
     
  • OURO

    1.821,70
    +12,10 (+0,67%)
     
  • BTC-USD

    17.320,91
    +292,76 (+1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    410,50
    +9,07 (+2,26%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,88 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.316,06
    +640,71 (+3,43%)
     
  • NIKKEI

    27.786,32
    +8,42 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    11.994,00
    -16,25 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5169
    +0,0229 (+0,42%)
     

Preço do gás encanado no Rio deve subir 40% em 2022

Yellow gas pipes in natural gas treatment plant in bright sunny summer day
Preços de gás no estado do Rio podem subir em até 40% ao consumidor a partir de janeiro de 2022
  • Preço do gás encanado no estado do RJ deve ter aumento de até 40% ao consumidor;

  • Gás canalizado residencial subiu 20% até novembro no estado;

  • Distribuidoras de gás pedem ao Cade manutenção de preços;

O preço do gás encanado no Rio de Janeiro, usado em residências e indústrias, pode sofrer um aumento de até 40% a partir de janeiro de 2022. O reajuste foi confirmado pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), em entrevista à CNN Brasil. Até novembro, o gás canalizado residencial no estado subiu 20,59% e o gás veicular, 37,78%, bem acima da inflação média deste ano, que foi de 9,26% no período.

Leia mais:

Em valores absolutos, o valor do produto será de US$ 12 por BTU. O diretor de estratégia e mercado da Abegás, Marcelo Mendonça, afirmou ao canal que a Petrobras chegou a propor um reajuste de 200% nos contratos de curto prazo para o setor, mas que na prática o custo do gás terá uma alta de 50% às distribuidoras. O diretor da Abegás disse também que esses valores serão quase totalmente repassados aos consumidores do estado do Rio.

Distribuidoras de gás ingressaram no Cade para manutenção de preços

A Naturgy, empresa que controla a concessão de gás no Rio de Janeiro, também confirmou à CNN Brasil, por meio de nota, o reajuste no custo de aquisição do gás a partir de janeiro pela Petrobras. A companhia cita que as ‘em função da alta dos preços do gás internacional e da variação do barril do petróleo e do dólar’. Assim como a Abegás, a Naturgy e outras diversas outras distribuidoras do país, ingressaram no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) com um pedido cautelar que solicita a manutenção do preço atual de distribuição feito pela Petrobras ao prazo de pelo menos mais um ano.

Em nota, a Petrobras afirmou ao canal que será necessário importar gás para suprir toda a demanda do país em 2022, e que o aumento da procura pode ter influenciado na alta dos preços. E "reforça seu compromisso em oferecer às distribuidoras de gás natural mecanismos contratuais para reduzir a volatilidade e conferir mais previsibilidade aos preços do produto, mantendo o alinhamento com o mercado internacional", completou.