Mercado fechará em 6 h 12 min
  • BOVESPA

    98.202,79
    -339,16 (-0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,08
    +2,32 (+2,19%)
     
  • OURO

    1.797,80
    -9,50 (-0,53%)
     
  • BTC-USD

    19.378,48
    +375,75 (+1,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    419,07
    -1,07 (-0,26%)
     
  • S&P500

    3.803,79
    +18,41 (+0,49%)
     
  • DOW JONES

    30.923,09
    +147,66 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.180,28
    +11,00 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.431,00
    -98,50 (-0,85%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5366
    +0,0310 (+0,56%)
     

Preço do café já aumentou quase 70% e frio pode deixá-lo mais caro

White cup with strong black coffee on a rustic wooden table with some beans, copy space, selected focus, narrow depth of field
White cup with strong black coffee on a rustic wooden table with some beans, copy space, selected focus, narrow depth of field
  • Intensidade do tempo e da geada afetam plantações brasileiras, principalmente lavouras de milho, hortaliças (frutas, verduras e legumes), cana-de-açúcar e café;

  • Nos últimos 12 meses até abril, a inflação para alimentos e bebidas chegou a 13,47%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE);

  • O café moído encareceu 67,53%, enquanto as hortaliças e verduras subiram 36,62%, e o milho em grão chegou a 21,14%.

Uma xícara de café cai muito bem durante o frio. Contudo, sentir o sabor da bebida pode ficar mais caro nos próximos meses. O grão moído, que já havia encarecido nos últimos tempos, pode ter seu preço aumentado por causa do frio.

A justificativa está na intensidade do tempo e da geada, que afetam as plantações brasileiras, principalmente lavouras de milho, hortaliças (frutas, verduras e legumes), cana-de-açúcar e café.

Durante os últimos 12 meses até abril, a inflação para alimentos e bebidas subiu para 13,47%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia também:

Nesse panorama, o café moído encareceu 67,53%, enquanto as hortaliças e verduras aumentaram 36,62% e o milho em grão subiu 21,14%.

De acordo com o sócio-diretor da corretora de commodities Pine Agronegócios, Alê Delara, “se a geada for muito intensa, os preços devem subir fortemente”.

Do grupo das plantações, as hortaliças podem ser mais prejudicadas, já que o frio intenso pegará um cinturão de produção localizado em regiões como São Paulo e Curitiba.

Espera-se que a chuva do fim de semana contribua para minimizar os impactos. Com o solo úmido, os prejuízos da safra podem ser menores, já que a perda de calor é diminuída.

De acordo com a Bloomberg, empresa norte-americana de tecnologia e dados para mercado financeiro, o café arábica já aumentou 5,8% na entrega para o mês de julho.

*As informações são do portal UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos