Mercado abrirá em 3 h 25 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,72
    -3,37 (-3,66%)
     
  • OURO

    1.797,60
    -17,90 (-0,99%)
     
  • BTC-USD

    24.036,15
    -689,67 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    570,50
    -0,78 (-0,14%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.509,12
    +8,23 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.512,00
    -65,75 (-0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1906
    -0,0129 (-0,25%)
     

Preço da gasolina tem o maior recuo do País no Sudeste

Gasolina ficou mais barata nos últimos dias (Getty Image)
Gasolina ficou mais barata nos últimos dias (Getty Image)
  • O custo da gasolina diminuiu recentemente

  • Sudeste foi a região com maiores quedas

  • Petrobras diz que mercado impulsionou mudança

Depois de um longo período com constantes aumentos nos preços dos combustíveis, o item deve pesar um pouco menos no bolso dos consumidores.

O custo da gasolina na região Sudeste fechou a primeira quinzena de julho com o preço médio de R$ 6,44 por litro. Ou seja, o produto ficou 14,55% mais barato em comparação com junho. Esse foi o maior recuo de preços no Brasil entre todas as regiões, de acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), referente à primeira quinzena de julho.

Vendido a uma média de R$ 5,02 em média, o litro do etanol no Sudeste sofreu uma redução de 9,63%, enquanto o diesel comum e o do tipo S-10 fecharam com médias de R$ 7,58 e R$ 7,73. Os aumentos são de 6,34% e 6,17%, respectivamente. Essas são as maiores elevações para os dois tipos de combustível.

Em um parâmetro geral do Brasil, o custo médio do litro da gasolina caiu 20,2% em um mês, segundo os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). É importante lembrar que na semana de 24 de junho, o valor médio do litro do combustível no país foi de R$ 7,39, enquanto na semana de 23 de julho, a média foi de R$ 5,89.

Essas reduções vieram depois que a Petrobras anunciou no dia 19 de julho que reduziu em R$ 0,20 o preço da gasolina para as distribuidoras. Depois da implementação da medida, o litro do combustível repassado das refinarias para as distribuidoras passou a custar R$ 3,86 em vez de R$ 4,06.

A Petrobras explica que a redução "acompanha a evolução dos preços internacionais de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos