Mercado abrirá em 9 h 5 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,27
    -0,82 (-0,89%)
     
  • OURO

    1.810,40
    -5,10 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    24.867,55
    +273,04 (+1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    592,87
    +21,59 (+3,78%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.108,29
    -67,33 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    28.887,54
    +340,56 (+1,19%)
     
  • NASDAQ

    13.546,25
    -31,50 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1989
    -0,0046 (-0,09%)
     

Precificação de recessão do S&P 500 recuou muito, diz JPMorgan

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- Os mercados parecem já ter superado o debate acalorado sobre qual é a definição correta de recessão.

Uma contração econômica nos EUA parece cada vez menos provável aos olhos do mercado de ações, de acordo com uma medida de probabilidades de recessão criada por estrategistas do JPMorgan.

Com exceção do mercado de metais básicos, os preços dos principais ativos sugerem chances iguais, ou menores, de uma recessão acontecer ou não após a economia dos EUA ter encolhido por um segundo trimestre consecutivo. Juntos, os mercados de ações, crédito e juros atribuem uma probabilidade de 40% a uma recessão nos EUA, abaixo dos 50% em junho.

Essa tranquilidade aparente, especialmente nas ações, contrasta com advertências de economistas e uma curva de juros invertida, muitas vezes vista como um sinal de uma recessão que se aproxima. As previsões entre os economistas no mesmo período saltaram para um consenso de 40%, contra 30% no início de junho.

À medida que o S&P 500 se recupera das mínimas de junho para o nível mais alto em dois meses, a mudança de sentimento entre os investidores em renda variável pode ser um caso de “vender o boato, comprar o fato”.

“O mercado de ações estava bem à frente da curva em termos de precificação do risco de recessão em junho e agora convergiu com outros mercados, como mercados de crédito e juros”, disse o estrategista do JPMorgan Nikolaos Panigirtzoglou.

A probabilidade de recessão implícita no S&P 500 é de 51%, bem abaixo dos 91% há dois meses, segundo o JPMorgan. Da mesma forma, os títulos de alto risco americanos agora precificam uma probabilidade de recessão de 24%, abaixo dos 33% em junho.

Apenas os títulos do Tesouro americano e os mercados de commodities indicam maiores chances de recessão do que em junho. Para títulos do Tesouro de cinco anos, a probabilidade subiu de 15% para 38%. As commodities estão precificando uma probabilidade de 84% de contração econômica, contra 65% em junho.

O otimismo renovado dos mercados vai contra duas contrações trimestrais consecutivas no PIB dos EUA este ano. Outros indicadores econômicos importantes como gastos do consumidor e investimento das famílias também mostraram sinais de arrefecimento recentemente.

Os mercados de títulos de alto risco sinalizam alívio em relação ao temor de recessão, com prêmios de risco em níveis mais típicos de períodos não recessivos.

Com os dirigentes do Federal Reserve decididos a tomar medidas agressivas para combater a inflação, mesmo que isso signifique comprometer o crescimento, os estrategistas alertam que os mercados arriscam uma grande decepção.

“Acho difícil concordar com uma probabilidade de recessão menor, mas é verão, o risco de eventos é baixo”, disse Peter Chatwell, chefe de negociação de estratégias macro globais da Mizuho International. “Espero uma psicologia de mercado diferente em setembro,” quando termina o verão no hemisfério norte, disse.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos