Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,28
    -0,21 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.869,30
    +1,30 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    42.884,95
    +139,42 (+0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.206,81
    -46,33 (-3,70%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.210,25
    -1,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4307
    +0,0208 (+0,32%)
     

Precificação de IPO reduzido da farmacêutica Blau fica para dia 15

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A oferta inicial de ações (IPO) da fornecedora de medicamentos para tratamentos complexos Blau Farmacêutica foi reduzida devido ao momento adverso do mercado e a precificação da operação agora está prevista para 15 de abril.

A previsão inicial era de que a operação tivesse sido precificada na última terça-feira. Pela nova programação, contida em comunicado ao mercado, a ação da empresa deve estrear na Bovespa em 19 de abril, negociada sob o ticker BLAU3.

A venda de ações detidas por atuais sócios não mais fará parte do lote base, sendo colocadas apenas em caso de excesso de demanda dos investidores.

E o lote de ações novas também foi reduzido. Assim, embora a faixa de preço tenha sido mantida entre 44,60 e 50,60 reais, a expectativa agora é de que a operação movimente cerca de 1,3 bilhão de reais, ante previsão anterior de 2,1 bilhões, considerando a venda dos papéis no centro da faixa, 47,60 reais.

A companhia pretende usar os recursos do IPO para expansão de suas fábricas, investir em centros de coleta de plasma nos Estados Unidos, acelerar investimentos em pesquisa e desenvolvimento, expansão na América Latina e pagar dívidas.

Com sede em Cotia (SP), a companhia especializada em produtos para tratamento de câncer e doenças sanguíneas e dos rins tem cinco fábricas no Brasil e 5 subsidiárias na América Latina, incluindo Argentina, Chile, Colômbia, Peru e Uruguai.

(Por Aluísio Alves)