Mercado fechado

Preços do petróleo sobem em meio a tensões no Oriente Médio e otimismo comercial

Por Laila Kearney
.

Por Laila Kearney

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo subiram nesta quinta-feira, diante das crescentes tensões no Oriente Médio e de sinais de melhora nas relações comerciais entre Estados Unidos e China, embora o fortalecimento do dólar tenha limitado os ganhos nas cotações.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 0,25 dólar, a 66,25 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA avançou 0,12 dólar, para 61,18 dólares o barril.

O dólar avançou cerca de 0,5% no Forex, recuperando-se de uma mínima de seis meses, depois uma queda em dezembro ter deixado o índice praticamente estável em 2019. O dólar mais forte torna o petróleo mais caro para portadores de outras moedas.

O avanço do índice do dólar, porém, foi compensado por preocupações de que as crescentes tensões no Oriente Médio possam afetar a oferta de petróleo, após a Turquia abrir caminho para maiores cooperações militares com a Líbia.

Além disso, ao longo do fim de semana as forças armadas norte-americanas realizaram ataques aéreos contra o grupo paramilitar Kataib Hezbollah, apoiado pelo Irã, o que desencadeou protestos na embaixada dos EUA em Bagdá. Os manifestantes se retiraram do local após Washington deslocar tropas adicionais.

"Acho que todo mundo está consciente do que está acontecendo no Oriente Médio, com Iraque e Líbia", disse John Kilduff, sócio da Again Capital.

(Reportagem adicional de Ahmad Ghaddar em Londres e Jane Chung em Seul)