Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.722,80
    +1.152,72 (+3,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Preços do petróleo sobem com recuo nos estoques dos EUA e recuperação de demanda

·1 minuto de leitura
Sol se pondo atrás de bomba de petróleo em plataforma de perfuração, em Loving County, Texas, EUA.

Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo avançaram nesta quarta-feira, em direção a ganhos mensais e trimestrais, após os estoques dos EUA recuarem pela sexta semana consecutiva, e com relatório da Opep prevendo um suprimento insuficiente ao mercado deste ano.

O contrato do petróleo Brent para agosto , que expira nesta quarta-feira, fechou em alta de 0,37 dólar, ou 0,5%, a 75,13 dólares o barril. O contrato para setembro avançou 0,34 dólar para fechar em 74,62 dólares o barril.

Já o petróleo dos EUA (WTI) fechou em alta de 0,49 dólar, ou 0,7% em 73,47 dólares o barril.

Ambas as marcas de referência estão abaixo das máximas atingidas em 2018 e devem marcar do sétimo mês de ganhos em oito meses. O WTI avançou mais de 10% em junho enquanto o Brent subiu mais dos 8%.

Uma pesquisa da Reuters mostrou que o Brent pode atingir média de 67,48 dólares o barril este ano, e o WTI de 64,54 dólares, ambos acima da pesquisa de maio.

Os estoques de petróleo dos EUA recuaram na semana passada pela sexta semana consecutiva, com refinarias aumentando a produção em resposta a crescente demanda, conforme afirmou a Administração de Informação de Energia (AIE). [EIA/S]

Os estoques em Cushing, Oklahoma, ponto de entrega para o WTI, recuaram para a mínima desde março de 2020, segundo dados da AIE.

"Com declínio contínuo dos estoques de petróleo em Cushing e a reunião da Opep+ amanhã, eu espero que os preços do petróleo irão aumentar, visto que o mercado está pedindo por mais oferta", disse Andrew Lipow, presidente da Lipow Oil Associates em Houston.

(Reportagem adicional de Shadia Nasralla e Aaron Sheldrick)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos