Mercado abrirá em 8 h 52 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,20
    +0,59 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.797,50
    +4,40 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    37.022,93
    +951,04 (+2,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    837,54
    +18,04 (+2,20%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.657,19
    -149,81 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    26.720,06
    +549,76 (+2,10%)
     
  • NASDAQ

    14.168,25
    +181,50 (+1,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0554
    +0,0314 (+0,52%)
     

Preços do petróleo sobem 3%, ampliando avanço conforme receios com Ômicron recuam

·1 min de leitura
Plataforma na Bacia de Campos

Por Nia Williams

CALGARY, Alberta (Reuters) - Os preços do petróleo subiram mais de 3% nesta terça-feira, estendendo a recuperação do dia anterior de quase 5% à medida que as preocupações diminuíram ainda mais sobre o impacto na demanda global de combustível diante da variante do coronavírus Ômicron.

Os contratos futuros do Brent fecharam em alta de 2,36 dólares, ou 3,2%, a 75,44 dólares o barril, após aumento na segunda-feira de 4,6%.

O petróleo WTI subiu 2,56 dólares, ou 3,7%, para 72,05 dólares o barril, após um ganho de 4,9% na sessão anterior. Na máxima da sessão desta terça-feira, cada contrato subia mais de 3 dólares.

Os preços do petróleo despencaram na semana passada com a preocupação de que as vacinas poderiam ser menos eficazes contra a nova variante Ômicron, gerando receios de que os governos poderiam impor novas restrições que afundariam a demanda de combustível.

No entanto, um oficial de saúde sul-africano relatou no fim de semana que os casos de Ômicron mostraram apenas sintomas leves, enquanto o importante especialista em doenças contagiosas dos EUA, Anthony Fauci, também disse que não parecia haver "um grande grau de gravidade" com a variante até agora.

"O mercado foi superestimado como uma reação automática à variante Ômicron e seu potencial de disseminação e impacto nas restrições de viagens", disse Gary Cunningham, diretor de pesquisa de mercado da Tradition Energy. "Agora estamos vendo o mercado voltar às expectativas de forte demanda nos próximos seis a 12 meses."

Em outro sinal de confiança na demanda por petróleo, o maior exportador mundial, a Arábia Saudita, aumentou os preços mensais do petróleo no domingo.

(Reportagem adicional de Noah Browning e Florence Tan)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos