Mercado fechará em 6 h 10 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,34
    -0,23 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.781,10
    -3,20 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    56.419,75
    -816,88 (-1,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.439,23
    -29,85 (-2,03%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.101,53
    -67,15 (-0,94%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.820,00
    -49,75 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4231
    -0,0237 (-0,37%)
     

Preços do petróleo saltam e fecham em alta apesar de dólar forte

·1 min de leitura

Por Laura Sanicola

(Reuters) - Os preços do petróleo fecharam ligeiramente em alta nesta quinta-feira, com o mercado lutando com um dólar mais forte junto com a preocupação com o aumento da inflação dos EUA, e depois que a Opep cortou sua previsão de demanda de petróleo para 2021 devido às cotações altas.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,25 dólar para 81,59 dólares o barril após cair durante a sessão para 81,66 dólares. O petróleo dos EUA (WTI) subiu 0,23 dólar para 82,87 dólares, saindo da mínima da sessão de 80,20 dólares.

O complexo de energia foi negociado em alta no final da sessão devido à confiança de que a demanda pós-pandemia se fortaleceria ainda mais nos próximos meses.

"Novas máximas estão à frente, pois os ingredientes necessários para alcançar o topo neste mercado permanecem elusivos, ou seja, a demanda global de petróleo excedendo a nova produção", disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates LLC em Galena, Illinois.

No entanto, a taxa na qual a demanda retorna pode ser amortecida por preços de energia mais altos de acordo com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O cartel disse em um relatório mensal que espera que a demanda por petróleo atinja uma média de 99,49 milhões de barris por dia (bpd) no quarto trimestre de 2021, uma queda de 330 mil bpd em relação à previsão do mês passado.

(Reportagem adicional de Ron Bousso e Jessica Jaganathan)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos