Mercado abrirá em 5 h 3 min
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,15
    +0,70 (+0,93%)
     
  • OURO

    1.742,70
    -9,30 (-0,53%)
     
  • BTC-USD

    41.758,76
    -2.023,10 (-4,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.034,47
    -67,05 (-6,09%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.032,81
    -30,59 (-0,43%)
     
  • HANG SENG

    24.517,83
    +309,05 (+1,28%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.996,00
    -198,75 (-1,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2839
    -0,0229 (-0,36%)
     

Preços do petróleo recuam pelo 5º dia com avanço da Covid e preocupações sobre mais oferta

·1 minuto de leitura
Extração de petróleo na França

Por David Gaffen

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram pelo quinto dia nesta quarta-feira, com investidores permanecendo preocupados sobre o cenário de demanda de combustível, à medida que os casos de Covid-19 aumentam no mundo, assim como mais oferta de grandes produtores chega ao mercado.

As marcas de referência do petróleo ficaram sob pressão nas últimas semanas, devido ao aumento de infecções causadas pela variante do coronavírus Delta em todo o mundo. Diversos países reiniciaram restrições de viagens e o tráfego aéreo diminuiu nas últimas semanas.

A ata da reunião de política monetária do Federal Reserve dos EUA de 27 e 28 de julho mostrou que as autoridades observaram que a disseminação da variante Delta poderia atrasar temporariamente a reabertura total da economia e restringir o mercado de trabalho.

O petróleo Brent fechou em queda de 0,80 dólar, ou 1,2%, a 68,23 dólares o barril. A marca de referência mundial recuou 11% nos últimos 13 dias de negociações. Os futuros do petróleo dos EUA fecharam em queda de 1,13 dólar, ou 1,7%, para 65,46 dólares o barril.

Os estoques de petróleo dos EUA recuaram 3,2 milhões de barris na semana passada, para 435,5 milhões de barris, a mínima desde janeiro de 2020, de acordo com os números do Departamento de Energia dos EUA. [EIA/S]

(Reportagem de David Gaffen em Nova York; Reportagem Adicional de Laura Sanicola em Nova York, Aaron Sheldrick em Tóqui e Dmitry Zhdannikov em Londres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos