Mercado abrirá em 6 h 17 min
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,64
    +1,19 (+1,58%)
     
  • OURO

    1.743,60
    -8,40 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    42.290,56
    -1.813,34 (-4,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.047,57
    -53,95 (-4,90%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.564,23
    +355,45 (+1,47%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    15.095,75
    -99,00 (-0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2869
    -0,0199 (-0,32%)
     

Preços do petróleo fecham estáveis; Opep mantém aumento gradual de produção

·1 minuto de leitura
Unidade petrolifera a Midland

Por Stephanie Kelly

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam estáveis nesta quarta-feira, após a Opep e seus aliados concordarem em manter a política já existente de aumento gradual de produção de petróleo.

O petróleo Brent recuou 0,04 dólar para fechar em 71,59 dólares o barril. Enquanto o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,09 dólar, para fechar em 68,59 dólares o barril.

O Brent registrou a mínima da sessão de 70,42 dólares o barril, enquanto o WTI recuou tão baixo quanto 67,12 dólares o barril.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados liderados pela Rússia, que formam o grupo conhecido como Opep+, concordaram em manter a política de julho de reduzir os cortes de produção, acrescentando ao mercado 400 mil barris por dia (bpd) por mês.

Ainda assim, o grupo revisou para cima a previsão de demanda de 2022 e enfrenta pressão dos Estados Unidos para aumentar a produção de forma mais rápida.

"Embora os efeitos da pandemia de Covid-19 continuem a lançar alguma incerteza, os fundamentos do mercado se fortaleceram e as ações da OCDE continuam caindo à medida que a recuperação se acelera", disse a Opep+ em um comunicado.

A Opep+ cumpriu a meta de remover o excesso de petróleo do mercado mundial e é importante manter o mercado equilibrado, disse o principal negociador da Rússia, Alexander Novak.

(Reportagem de Stephanie Kelly em Nova York; Reportagem Adicional de Noah Browning em Londres, Florence Tan em Cingapura e Sonali Paul em Melbourne)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos