Mercado abrirá em 7 h 36 min

Preços do Petróleo fecham em alta de 1% com preocupações por oferta apertada

Por Scott DiSavino

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo subiram cerca de 1%, com o benchmark global Brent se estabelecendo em uma máxima de duas semanas em negociações voláteis nesta terça-feira, com traders preocupados com a oferta apertada e um dólar mais fraco.

Os futuros do Brent subiram 1,08 dólar, ou 1,0%, para 107,35 dólares o barril. O petróleo WTI, dos EUA, subiu 1,62 dólar, ou 1,6%, para 104,22 dólares.

O Brent registrou seu maior fechamento desde 4 de julho e o WTI o nível mais alto desde 8 de julho. Em um ponto durante a sessão volátil, ambos os benchmarks caíram cerca de 2 dólares por barril.

"O petróleo bruto deu uma reviravolta incrível hoje", disse Robert Yawger, diretor executivo de futuros de energia da Mizuho.

"Não houve uma grande manchete vermelha de alta para dar luz verde ao rali, mas a combinação de juros abertos derrotados e baixo volume de negócios muitas vezes encorajará oscilações de preços selvagens", disse Yawger.

O dólar americano caiu para uma mínima de duas semanas em relação a uma cesta de outras moedas, tornando o petróleo menos caro para os compradores que usam outras moedas.

Os preços do petróleo dispararam, apoiados por temores de oferta devido às sanções ocidentais à Rússia, mas foram pressionados pelos esforços do banco central global para domar a inflação, o que alimentou temores de que uma possível recessão poderia reduzir a demanda por energia.

(Reportagem adicional de Ahmad Ghaddar em Londres e Muyu Xu em Cingapura)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos