Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.680,55
    +375,34 (+0,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Preços do petróleo caem mais de 3% com alta de oferta da Opep e temor sobre demanda

·1 minuto de leitura
Tubos e vávulas de petróleo em Departamento de Energia, no Texas, EUA.

Por Laura Sanicola

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram mais de 3% nesta segunda-feira, após dados fracos da economia da China e dos EUA, os maiores consumidores de petróleo do mundo, e de maior produção de petróleo dos produtores da Opep.

Os contratos futuros do Brent fecharam em queda de 2,52 dólares, ou 3,3%, em 72,89 dólares o barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) fechou com recuo de 2,69 dólares, ou 3,6%, a 71,26 dólares.

"Os contratos futuros de energia ... ainda expressam preocupação com a redução do consumo de produção, já que os casos de coronavírus estão aumentando novamente em várias regiões dos Estados Unidos, bem como em vários países no exterior", disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates LLC em Galena, Illinois .

O crescimento da atividade industrial da China recuou bruscamente em julho, com a demanda contraindo pela primeira vez em mais de um ano, mostrou uma pesquisa nesta segunda-feira.

Os resultados mais fracos da pesquisa privada, cobrindo principalmente os fabricantes voltados para a exportação e pequenos, em linha com os de uma pesquisa oficial divulgada no sábado.

Também pesando nos preços, uma pesquisa da Reuters apontou que a produção de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) aumentou em julho para seu maior valor desde abril de 2020.

(Reportagem Adicional de Jessica Jaganathan em Cingapura)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos