Mercado abrirá em 6 h 50 min

Preços do petróleo caem após nova cepa do coronavírus reacender temor sobre demanda

Devika Krishna Kumar
·1 minuto de leitura

Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo despencaram quase 3% nesta segunda-feira, à medida que uma nova variante do coronavírus com rápida disseminação, que fechou boa parte do Reino Unido e levou a Europa a impor medidas restritivas mais duras, gera temores de uma recuperação mais lenta na demanda por combustíveis.

O petróleo Brent fechou em queda de 1,35 dólar, ou 2,6%, a 50,91 dólares por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos (WTI) para entrega em janeiro recuou 1,36 dólar, ou 2,8%, para 47,74 dólares o barril, antes de expirar.

O vencimento mais ativo do WTI, para fevereiro, teve baixa de 1,27 dólar, ou 2,6%, e fechou a sessão cotado a 47,97 dólares/barril.

Ambos os contratos chegaram a perder até 3 dólares no início da sessão, na maior queda diária em seis meses.

A valorização do dólar também pressionou os mercados do petróleo. A divisa norte-americana mais forte torna commodities precificadas em dólar, como o petróleo, mais caras para detentores de outras moedas.

"Notícias de uma nova cepa do coronavírus pesaram sobre o sentimento de risco e o petróleo. Novas restrições à mobilidade pela Europa também não estão ajudando, uma vez que a demanda europeia vai sofrer", disse Giovanni Staunovo, analista do UBS.

"Os investidores precisam estar cientes de que o caminho rumo a uma demanda maior e preços mais elevados seguirá instável", acrescentou.

(Por Devika Krishna Kumar, em Nova York, e Bozorgmehr Sharafedin, em Londres; reportagem adicional de Yuka Obayashi, em Tóquio)