Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,57
    -0,58 (-0,80%)
     
  • OURO

    1.819,60
    -41,80 (-2,25%)
     
  • BTC-USD

    38.193,70
    -1.981,50 (-4,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,10
    -31,37 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.917,00
    -64,25 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0714
    +0,0094 (+0,16%)
     

Preços do petróleo caem 2% com possível retorno de oferta iraniana

·1 minuto de leitura
Extração de petróleo em Midland, Texas (EUA)

Por Stephanie Kelly

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram mais de 2% nesta quinta-feira, marcando um terceiro dia de perdas, após diplomatas afirmarem que houve um progresso em potencial acordo que poderá suspender as sanções dos EUA ao Irã, o que poderia impulsionar a oferta de petróleo.

O petróleo Brent caiu 1,55 dólar, ou 2,3%, para fechar em 65,11 dólares o barril. O petróleo dos EUA (WTI) recuou 1,31 dólar, ou 2,1%, a 62,05 o barril. Ambos os contratos caíram cerca de 3% na sessão anterior.

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse em um discurso televisionado que as sanções contra petróleo, transporte marítimo, petroquímicos, seguros e do banco central foram tratadas nas conversas.

"Isso realmente pesou no sentimento e nos empurrou um pouco para baixo", disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group de Chicago. "Há espaço no mercado mundial para mais petróleo iraniano, mas no curto prazo é o que está pesando hoje".

Mas diplomatas europeus afirmaram que o sucesso não estava garantido e que questões muito difíceis permaneceram, enquanto um alto funcionário iraniano contradisse o presidente.

"Com crescimento de demanda mundial de petróleo projetado para ser saudável para o saldo deste ano e em 2022, o grupo produtor (Opep+) está relativamente em uma posição confortável para lidar com o aumento da produção iraniana sem prejudicar o reequilíbrio do petróleo", disseram operadores do PVM.

As preocupações com as perspectivas da demanda na Ásia também puxaram os preços para baixo. Quase dois terços das pessoas testadas na Índia mostram exposição ao coronavírus.

(Reportagem de Stephanie Kelly)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos