Mercado fechará em 4 h 5 min
  • BOVESPA

    110.422,58
    +1.021,17 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.519,41
    -280,05 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,71
    -0,22 (-0,29%)
     
  • OURO

    1.789,40
    +8,10 (+0,45%)
     
  • BTC-USD

    17.005,89
    -225,31 (-1,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,95
    -0,86 (-0,21%)
     
  • S&P500

    3.980,71
    -18,13 (-0,45%)
     
  • DOW JONES

    33.897,28
    -49,82 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.558,11
    -9,43 (-0,12%)
     
  • HANG SENG

    19.441,18
    -77,11 (-0,40%)
     
  • NIKKEI

    27.885,87
    +65,47 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    11.710,50
    -95,25 (-0,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4948
    -0,0386 (-0,70%)
     

Preços do petróleo caem 1% à medida que China amplia restrições à Covid

Miniatura de barril de petróleo em 3D

Por Scott DiSavino

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram cerca de 1% nesta sexta-feira, depois que a China, o principal importador de petróleo, ampliou suas restrições à Covid, embora os benchmarks de petróleo estivessem prontos para um ganho semanal com preocupações com a oferta e dados econômicos surpreendentemente fortes.

Os contratos futuros do Brent caíram 1,19 dólar, ou 1,2%, para 95,77 dólares o barril. O petróleo dos EUA (WTI) caiu 1,18 dólar, ou 1,3%, para 87,90 dólares.

Na semana, o Brent subiu cerca de 2% e o WTI avançou cerca de 3%.

As cidades chinesas aumentaram as restrições à Covid na quinta-feira, fechando prédios e bloqueando distritos depois que a China registrou 1.506 novas infecções em 27 de outubro, disse a Comissão Nacional de Saúde, acima dos 1.264 novos casos do dia anterior.

O Fundo Monetário Internacional espera que o crescimento da China desacelere para 3,2% este ano, um rebaixamento de 1,2 ponto em relação à projeção de abril, após um aumento de 8,1% em 2021.

"É difícil defender uma recuperação nas compras de petróleo da China, dado o cenário de incerteza sobre sua política de Covid zero", disse o analista da PVM Oil Stephen Brennock.

Os dados divulgados na quinta-feira mostraram uma forte recuperação do produto interno bruto (PIB) dos EUA no terceiro trimestre, demonstrando resiliência na maior economia e consumidora de petróleo do mundo.

(Reportagem adicional de Ahmad Ghaddar em Londres, Jeslyn Lerh em Cingapura e Sonali Paul em Melbourne)