Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.439,61
    +985,97 (+2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Preços do petróleo avançam com expectativa de recuperação econômica

·1 minuto de leitura
Plataforma marítima de petróleo no Golfo de México.

Por David Gaffen

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo avançaram mais de 1 dólar o barril nesta quinta-feira, se recuperando com otimismo do crescimento econômico mundial apesar da pandemia do coronavírus, e após os estoques de petróleo dos EUA recuarem mais que o previsto.

O petróleo Brent fechou em alta de 1,44 dólar, ou 2%, a 73,03 dólares o barril. O petróleo dos EUA (WTI) fechou em alta de 1,40 dólar, ou 2%, a 69,99 dólares o barril.

A forte alta empurrou levemente os contratos futuros do petróleo dos EUA acima da média móvel pela primeira vez em um mês, um sinal de alta para os investidores.

Nos Estados Unidos, os estoques de petróleo recuaram 7,2 milhões de barris na semana passada, disse a Administração de Informação de Energia (AIE) na quarta-feira. [EIA/S]

"Há boas razões para esta alta - temos 1,5 milhão de barris ainda 'offline' no Golfo, o número de petróleo de ontem caiu 7,2 milhões de barris e o armazenamento estava em seu nível mais baixo desde setembro de 2019", disse Robert Yawger, diretor de futuros de energia da Mizuho.

O número de americanos entrando com novos pedidos de auxílio desemprego caiu na última semana, enquanto as dispensas em agosto recuaram para a mínima em mais de 24 anos, sugerindo que o mercado de trabalho estava avançando apesar das novas infecções de Covid-19.

Otimista com a recuperação econômica global, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e produtores aliados, incluindo a Rússia, juntos conhecidos como Opep+, aumentaram sua previsão de demanda para 2022.

(Reportagem Adicional de Bozorgmehr Sharafed em Londres e Aaron Sheldrick)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos